Túnel de congelamento: o que é, para que serve e como escolher

Na hora de montar uma linha de produção, o gestor de uma empresa precisa observar como funciona e que tipo de maquinário é necessário para o bom funcionamento do seu negócio. Uma dessas ferramentas é o túnel de congelamento — uma solução ágil, capaz de garantir o máximo de segurança e eficiência ao longo das atividades.

Apesar de toda a sua relevância, existem alguns empreendedores que desconhecem o seu uso ou, tampouco, sabem quais detalhes analisar na hora de adquirir tal produto. Pensando exatamente nessas pessoas, resolvemos criar este post.

Ao longo da leitura, você descobrirá tudo a respeito do túnel de congelamento: o que é, para que serve e as principais indicações de uso. Confira!

O que é o túnel de congelamento?

A primeira etapa para se aprofundar nesse universo é compreender, de fato, o que é o túnel de congelamento. Em linhas gerais, conseguimos defini-lo como um bom equipamento usado com o objetivo de diminuir a temperatura positiva das mercadorias, até chegarem ao nível negativo — sendo o máximo -40ºC.

Para tanto, a ferramenta promove o congelamento ou resfriamento no menor tempo possível, sem que seja preciso comprometer as propriedades dos ingredientes — cor, textura e sabor.

Também não podemos nos esquecer da economia de energia. Um dos seus pontos de maior destaque está na capacidade de reduzir significativamente os gastos referentes a esse recurso — desde que alguns componentes sejam previamente instalados. As válvulas de expansão eletrônica são ótimos exemplos disso, pois conseguem realizar um controle eficiente do consumo de energia, assim como da capacidade de refrigeração.

Uma vez praticado, esse cuidado ainda impedirá a perda de peso dos ingredientes, normalmente causada pela desidratação e que é muito comum quando um produto passa um longo período exposto ao frio.

Para que serve esse equipamento?

O túnel de congelamento impede a criação de macrocristais e garante o descongelamento eficiente, com pouca perda de líquidos minerais. Ele também ajuda a manter as qualidades organolépticas dos ingredientes intactas, mesmo após eles serem regenerados, como ocorre com o seu aroma, o gosto, a textura e a coloração.

Ele é aplicado em grande escala nas centrais de processamento de alimentos e nas indústrias de pães e massas congeladas. Vale lembrar que o tipo de procedimento, feito com o ultracongelador, é capaz de assegurar a integridade dos produtos, sem violar os padrões exigidos pelos órgãos regulamentadores de segurança alimentar.

Como o túnel de congelamento funciona?

O funcionamento do túnel de congelamento é bem simples. Podemos dizer que, dentro do equipamento, os ingredientes são armazenados em carrinhos próprios para essa finalidade. Normalmente, o tempo médio para que os produtos fiquem congelados é de 1 hora por ciclo — o período consegue reduzir a temperatura em até -18ºC.

Desse modo, é possível conquistar um resultado de alta qualidade, mas com menor gasto de energia elétrica — sendo uma modalidade muito interessante para as empresas do ramo. Assim que os produtos forem congelados, eles também poderão ser embalados e, a partir disso, direcionados à câmara de conservação.

Powered by Rock Convert

Nesta etapa, será possível realizar o congelamento de duas maneiras distintas. Abaixo, explicamos melhor a respeito de cada uma delas.

Sistema contínuo

No sistema contínuo, o túnel de congelamento permanece ligado frequentemente, em uma temperatura que varia entre -25ºC e -30ºC. Para organizar os itens, um profissional fica responsável por armazená-los nos carrinhos e, em seguida, colocá-los um por vez dentro do equipamento.

O intervalo recomendado é de, no mínimo, 20 minutos. Como uma forma de facilitar o serviço, a máquina ainda tem duas portas, uma de entrada e outra de saída. Enquanto uma serve para o abastecimento, a outra funciona como um canal de desabastecimento, podendo trabalhar de maneira simultânea ou não.

“Quantos carrinhos é possível colocar dentro do túnel?” — você pode questionar. A resposta dependerá do tamanho do equipamento, bem como da sua capacidade produtiva e do tempo necessário para garantir o resfriamento completo.

Por lote

A segunda alternativa é a por lote, na qual os operadores montam um conjunto de congelamento, considerando a carga máxima de carrinhos que poderá ser utilizada no túnel. Em paralelo, o equipamento passa por um processo de pré-resfriamento, com temperaturas inferiores a -35ºC — mais frias.

Ao contrário de outros métodos, todos os carrinhos devem ser agrupados de uma única vez na máquina, iniciando o congelamento no mesmo momento. Em média, o congelamento por lote demora 60 minutos. Então, o profissional deverá retirar os produtos do seu interior, liberando o equipamento para a próxima leva.

É importante destacar que essa opção pode ser mais custosa, especialmente se o equipamento não estiver devidamente preparado. Fora isso, a temperatura da câmara precisa se manter entre -25ºC e -35ºC para continuar apresentando um bom desempenho em todos os lotes.

O que deve ser considerado ao adquirir um túnel de congelamento?

No mercado, é possível encontrar diferentes modelos de túnel de congelamento — cada qual, podendo variar de acordo com o fabricante. De qualquer forma, existem alguns detalhes a serem analisados cuidadosamente entre aqueles que pretendem escolher o equipamento. Veja os principais:

  • tempo de congelamento — o ideal é que a máquina faça esse processo em até uma hora;
  • capacidade de congelamento — deve ter como base as necessidades da empresa;
  • temperatura na etapa final — conseguir atingir, no mínimo, -30ºC;
  • acabamento — o material mais indicado para essa finalidade é o aço inox. Contudo, também é possível utilizar máquinas produzidas em aço pré-pintado;
  • compressor — a recomendação é recorrer às versões herméticas;
  • local de instalação — a máquina precisará ser posicionada em um ponto estratégico, conseguindo assim, realizar uma boa produção sem causar muita movimentação no ambiente;
  • isolamento — é indicado utilizar poliuretano. Já a espessura dependerá da qualidade e do produto que será aplicado.
  • controlador de funcionamento — prefira as opções microprocessadas ou digitais.

Quais são as vantagens de usar um túnel de congelamento?

Da mesma maneira que os demais equipamentos produzidos pela Prática Klimaquip têm vantagens imperdíveis, o túnel de congelamento não fica para trás. Quando adquirir essa máquina para o seu negócio, será possível aproveitar algumas vantagens exclusivas, como:

  • otimização do tempo — você poderá congelar rapidamente todos os produtos armazenados no equipamento e, se desejar, também é possível regular a velocidade do procedimento;
  • mais eficiência — contando com uma máquina potente e de qualidade, a linha de produção se torna mais eficiente, evitando, inclusive, o desperdício de produtos;
  • aumento da produtividade — consequentemente, todas as tarefas se tornarão mais produtivas, resultando em excelentes conquistas no fim do mês;
  • variedade de produtos que podem ser armazenados — há a opção de congelar massas, sorvetes, salgados, pães, carnes e inúmeros outros itens.

Então, o que achou de conhecer mais sobre o túnel de congelamento e como esse equipamento pode promover verdadeiros benefícios para o seu negócio? Acredita que, com essa máquina, as suas atividades ficarão facilitadas?

Após se aprofundar no tema, aproveite para conhecer os modelos de ultracongeladores exclusivos da Prática. Estamos aguardando a sua visita!

Entrevistado: Paulo Berbel, 34 anos, é engenheiro mecânico com MBA em Qualidade e Produtividade pela FGV e Black-Belt Especialista em Lean Six-Sigma. Já foi projetista mecânico na Bosch Rexroth; Gestor responsável pela cadeia de Suprimentos da Prática; Gestor do setor Engenharia de Qualidade na Prática; Gerente de Engenharia na Klimaquip. Atualmente é Gerente de Engenharia de Refrigeração na Prática.

Lava-louçasPowered by Rock Convert

Facebook Comments

Deixe um comentário