fbpx

Tecnologia na panificação: quais são os principais fundamentos?

  • Home
  • Panificação
  • Tecnologia na panificação: quais são os principais fundamentos?

No post de hoje, vamos conversar sobre a tecnologia de panificação, algo que vem conquistando grandes avanços no mercado e trazendo importantes contribuições ao setor.

Desde a antiguidade, a panificação vem aprimorando seus produtos e, sobretudo, os modos de produção. Graças aos avanços tecnológicos a produção vem ganhando em qualidade e muita eficiência dentro de padrões sustentáveis.

Continue acompanhando o texto e entenda mais sobre o assunto!

Mercado de panificação

Antes de falarmos sobre a tecnologia de panificação e suas fundamentais contribuições ao setor, é importante analisarmos um pouco as tendências do mercado de panificação e suas demandas. Afinal de contas, são exatamente essas demandas e tendências que direcionam as tecnologias que são desenvolvidas.

Produção artesanal

Curiosamente, o mercado de panificação tem uma propensão de voltar ao passado, ao pão de milhares de anos atrás, produzido por meio de uma fermentação natural, lenta e caprichosa.

Hoje, há um desejo pulsante nos consumidores por produtos cada vez mais artesanais, elaborados com ingredientes rigorosamente selecionados e, de preferência, integrais. É essa forte e crescente tendência que tem movimentado o setor e influenciado as tecnologias empregadas.

Sustentabilidade

Paralelo a isso, o mercado de panificação também é muito influenciado pelas questões ambientais e de sustentabilidade, que passam a permear todo o processo de produção até a entrega final do produto ao cliente.

A tecnologia de panificação tem sido direcionada para oferecer soluções com eficiência ecologicamente correta. Equipamentos produzidos dentro das concepções de sustentabilidade conseguem entregar aos empreendedores do setor capacidade produtiva com um menor gasto energético.

Principais inovações da panificação

Diante do exposto, podemos concluir que, hoje, as principais inovações do mercado de panificação passam pela busca por um produto especial e artesanal e também por tecnologias que aprimorem e aperfeiçoem todo esse processo.

Atualmente, é comum as padarias agregarem ao estabelecimento um setor de confeitaria, de sanduíches e pizzas, cafeteria, uma ala gourmet, entre outros departamentos. Esses estabelecimentos têm ganhado um caráter de “multicomércio” para atender aos seus consumidores.

Quais são os principais fundamentos da tecnologia na panificação?

Eficiência e qualidade na produtividade são as palavras de ordem quando o assunto é tecnologia de panificação!

Os aprimoramentos nos equipamentos são desenvolvidos no intuito de entregar ao empreendedor uma máquina capaz de garantir a qualidade do pão (e de outros produtos panificados) muito próxima do método artesanal, feito à mão, como na época dos egípcios.

Uma curiosidade: acredita-se que os povos antigos da Babilônia foram os primeiros a produzir pão, há cerca de 14 mil anos. Mas a produção deles não era tão saborosa como a que temos hoje em dia. O mérito desse pão macio e de aroma peculiar que chega às nossas mesas pertence aos egípcios, que souberam tornar esse alimento ainda mais agradável ao paladar das pessoas. Foram eles que descobriram como trabalhar com a levedura e como fermentar a massa, técnica que atravessou o tempo e continua sendo usada nos dias atuais.

Hoje, com o uso de farinhas especiais e ingredientes nobres, a tecnologia vem agregar mais valor para um produto extremamente diferenciado e muito saboroso. A tecnologia de panificação entrega também mais força de trabalho para uma produção em média ou em grande escala, dependendo do perfil do negócio.

Características como agilidade e praticidade não podem ser esquecidas aqui. A tecnologia digital e de automação dos equipamentos garantem uma otimização na logística da padaria, possibilitando que um mesmo funcionário consiga realizar outras tarefas enquanto o aparelho, devidamente programado, realiza sua função.

Quais são os equipamentos de panificação indispensáveis?

A padaria do futuro — que já é agora! — exige mais do que um fazer artesanal primoroso. Para se consolidar no mercado de panificação, cuja concorrência é acirrada, é preciso investir em equipamentos de tecnologia de ponta, indispensáveis para uma produção de alto padrão e de qualidade.

Aparelhos como a amassadeira e a batedeira profissionais são ótimos exemplos. Elas são voltadas para a produção de massas pesadas, como a massa do pão e dos demais produtos de padaria em geral. São equipamentos maiores, cujos motores são mais robustos e entregam resistência e agilidade ao processo.

No caso das amassadeiras profissionais, a tecnologia empregada está no design do eixo que faz a mistura. O formato em espiral, como um parafuso, permite que haja uma absorção maior da água na farinha. Isso ocorre por causa do contato e do movimento dessa espiral dentro do bowl.

Durante a rotação, ela faz com que a massa forme a chamada “rede de glúten”, que faz com que o pão tenha uma textura que prenda os gases da fermentação dentro dele. O resultado é uma massa extremamente saborosa e com muito mais rendimento.

Equipamentos robustos

A tecnologia de panificação também é empregada na fabricação de equipamentos mais robustos e resistentes. O maquinário robusto oferece ao empreendedor uma durabilidade maior com ótimos mecanismos de segurança para o funcionário que opera o aparelho.

Além disso, são máquinas que possuem uma enorme capacidade de produção, suportando bem a rotina pesada e agitada de uma cozinha industrial. Toda essa força de trabalho, é importante deixar claro, consegue preservar a qualidade e a delicadeza dos produtos panificados.

Aço inoxidável

Além da tecnologia empregada no maquinário, o material em que ele é confeccionado faz toda diferença na durabilidade. O aço inoxidável garante equipamentos mais resistentes e fáceis de serem higienizados. Esse material não enferruja, não prolifera micro-organismos e, além de tudo, compõe um visual bonito à cozinha.

Esses são alguns dos aspectos mais importantes a respeito da tecnologia de panificação. No entanto, é importante salientar que trata-se de um nicho de mercado complexo e que, portanto, precisa ser avaliado com cuidado, de forma atenta às demandas e inovações que surgem a cada dia.

Gostou das informações? Então, aproveite a visita ao blog e assine a nossa newsletter, Assim, você fica por dentro das tendências e novidades do mercado de alimentação e panificação. Até a próxima!

Facebook Comments

Blog Comments

Gostaria entender melhor

Olá Jasci tudo bem? Fique sempre de olho em nosso blog, teremos sempre material sobre as tendências da panificação =) Visite nosso site e conheça os equipamentos mais modernos do mercado para esse ramo 😀
http://www.praticabr.com/

Deixe um comentário