8 passos essenciais para montar um cardápio de pizzaria

Se você chegou até este post procurando informações sobre como montar um cardápio de pizzaria, certamente já deve ter se deparado com uma grande quantidade de ideias criativas e interessantes, não é verdade? De fato, a pizza é um produto versátil e chamativo que oferece uma infinidade de possibilidades.

Tanto em questão de estilo quanto de sabor, o fato é que são tantas ideias que podem ser trabalhadas que, na hora de elaborar o cardápio, é preciso definir com cuidado as opções, para não acabar confundindo os clientes.

Neste conteúdo, daremos 8 dicas essenciais para elaborar um bom cardápio de pizzaria. Quer saber mais sobre o assunto? Então continue a leitura para conferir!

1. Pense no estilo da pizza

Um dos primeiros pontos a se levar em consideração na hora de montar um cardápio de pizzaria é definir qual será o estilo adotado. Por exemplo, você venderá em tamanhos gigantes ou fatias? Será à la carte, por rodízio ou individual? Quantos sabores por redonda?

Assim que tiver o estilo definido — o que influenciará diretamente, tanto na administração do negócio, quanto na construção do cardápio — é a hora de pensar o que significa exatamente ter um prato de origem italiana como o protagonista de seu estabelecimento.

Com base nesse contexto, alguns ingredientes jamais poderão faltar, como tomate, muçarela e trigo. Embora exista uma infinidade de estilos de pizzaria hoje em dia, alguns aspectos devem ser predominantes entre todas. Afinal, o produto é quase considerado como uma das maravilhas do mundo, não é verdade?

2. Informe os ingredientes

Essa parte é importante, pois a ideia aqui não é apenas informar aos clientes o conteúdo do produto que estão adquirindo. Os insumos que compõem cada pizza podem ser utilizados como atrativos para encantar as pessoas e mudar suas decisões de compra.

Lembrando que você não precisa importar produtos da Itália para oferecer pizzas de qualidade. O objetivo é apenas seguir a mesma linha de raciocínio dos criadores de um dos alimentos mais apreciados do mundo e priorizar o momento de escolher os ingredientes.

Capriche na descrição dos ingredientes, ressaltando a qualidade de cada insumo que integra o sabor das pizzas do cardápio. Contudo, seja minimalista. Escolha bem as palavras, pois não é no cardápio de pizzaria que o cliente está procurando aprender algo novo. Forneça apenas detalhes que despertem o desejo das pessoas.

3. Identifique as preferências do público

Todo estabelecimento tem os produtos que caem no gostinho dos clientes e, consequentemente, acabam vendendo mais do que os outros itens do cardápio. E você pode utilizar isso a seu favor na hora de montar o cardápio de pizzaria.

Identifique quais pizzas são as preferidas do seu público e separe-as em uma categoria especial. Isso pode facilitar a vida de pessoas que estão visitando a pizzaria pela primeira vez e não sabem o que pedir. Se a primeira impressão é a que fica, como diz o ditado, então o ideal é não arriscar, correto?

4. Dê um toque de “brasileirismo”

Uma das maravilhas de estarmos no Brasil é que, além de sermos um povo criativo, gostamos de adaptar outras culturas ao nosso estilo. A pizza pode ser nativamente italiana, mas nada impede que você agregue produtos bem brasileiros e crie sabores inusitados.

Você já deve ter se deparado com muita pizza de carne seca com queijo coalho, queijo com goiabada e assim por diante, não é verdade? Analise o público da sua pizzaria e o tipo pizzaria que você tem para ver se essa possibilidade está em aberto.

Se preferir não arriscar, pesquise com os clientes, pois eles são consumidores reais e falarão o que gostariam de comer. Ter sabores diferenciados e inusitados no cardápio não é um fator que vai fazer seu negócio faturar milhões de reais, mas certamente será um diferencial competitivo e um chamariz a mais.

4. Separe os sabores entre doces e salgados

Todo cardápio de pizzaria deve seguir uma ordem lógica. Sendo assim, em primeiro lugar devem constar as pizzas salgadas e, sequencialmente, as pizzas doces. Afinal, a maioria das pessoas come nessa ordem.

Pode parecer uma dica óbvia, mas alguns estabelecimentos organizam os sabores utilizando parâmetros diferentes, como ordem alfabética ou de preços e nem sempre isso funciona muito bem na hora que o cliente está decidindo o que comprar.

6. Informe os tamanhos das pizzas

Se a sua pizzaria fornece pizzas em diferentes tamanhos, é muito importante que  isso seja devidamente especificado no cardápio, juntamente com o preço de cada sabor.  Quanto mais detalhes forem definidos, menos dúvidas o cliente terá no momento de decisão.

7. Informe as bebidas e sobremesas disponíveis

Isso é praticamente uma regra, não é verdade? Afinal, é muito provável que seus clientes não tenham poder de adivinhação para deduzir tudo que o estabelecimento oferece. Sendo assim, é fundamental que as bebidas, sobremesas, aperitivos e tudo mais que é vendido seja disponibilizado no cardápio de pizzaria.

8. Dê preferência para qualidade e não quantidade

Após seguir todas as dicas que apontamos no decorrer deste conteúdo, tenha como parâmetro o seguinte fato: o que realmente importa para o cliente é qualidade e não quantidade. De que adianta o seu cardápio oferecer mais de 50 sabores se, no final das contas, o cliente só conseguir apreciar no máximo quatro por vez que visitar o estabelecimento?

É comum nos depararmos com pizzarias que investem em oferecer uma vasta gama de opções, mas que acabam decepcionando os clientes em termos de paladar, pois as opções acabam repetindo diversos ingredientes e se tornam muito parecidas.

Sendo assim, é mais válido abrir mão de ter muitas opções e caprichar nos sabores oferecidos. Quer um exemplo de pizza que não decepciona ninguém? A tradicional margherita: muçarela de búfala, molho de tomate, manjericão, alguns minutos no forno e ponto! Se for feita com os melhores ingredientes, é capaz de conquistar até o paladar mais exigente.

Como você pôde conferir neste artigo, na hora de montar um cardápio de pizzaria, é importante se colocar no lugar dos clientes e levar em consideração os detalhes que mais chamam a atenção das pessoas quando estão decidindo o que comer. Informar os ingredientes, separar os sabores em categorias e fornecer informações específicas sobre as pizzas são apenas algumas medidas que podem fazer seu negócio atrair novos clientes e vender mais!

Este conteúdo foi útil para o seu negócio? Então, que tal compartilhá-lo com seus amigos e familiares nas redes sociais para passar o conhecimento adiante?

Facebook Comments

Deixe um comentário