fbpx

Os 10 tipos de pães que você precisa conhecer

O pão é, possivelmente, o alimento mais básico do ser humano. Suas origens remontam ao período neolítico e, desde então, consumimos os mais diversos tipos de pães em todo o mundo. Massas fermentadas são comuns  e estavam presentes já no Egito e na Grécia antigos.

A receita básica de qualquer pão é muito simples: basta unir farinha de grãos ou cereais, água e fermento. Com esses 3 ingredientes, é possível elaborar uma infinidade de massas. Condimentos, ervas e recheios podem ser utilizados para incrementar um dos  alimentos mais consumidos no mundo.

Leia e nosso artigo e conheça 10 incríveis tipos de pães.

1. Pão de centeio

A massa de pão, fermentada naturalmente ou não, pode ser enriquecida com os mais diversos insumos, como sementes, cereais e grãos. Uma das farinhas mais utilizadas para fazer pães é a de centeio.

O centeio é rico em fibras e minerais e é um aliado ao sistema imunológico. É também pobre em glúten e de digestão mais fácil do que o trigo, por exemplo. Em geral, o pão de centeio é salgado. Algumas receitas levam açúcar ou mel para auxiliar na fermentação do pão.

2. Marraqueta

Marraqueta é um dos tipos de pães mais populares no Chile. Elaborado com água, farinha de trigo refinada, fermento e, naturalmente, sal; é um pão de massa mais compacta e menor umidade.

No entanto, ele é assado com um formato único. Quatro partes de massa são unidas em uma peça, que pode ser repartida facilmente com as mãos.

3. Hallula

Também muito popular no Chile, o hallula é um pão de textura mais lisa. O padeiro molda a massa em formato de um disco achatado e a superfície do pão costuma ser furada com um palito de dentes ou garfo antes de ir ao forno.

O hallula leva leite e manteiga em sua receita e, se quiser, o padeiro pode pincelar o pão com gemas de ovo para que ele fique mais dourado.

4. Tipos de pães com sementes

Elaborados com 7, 9 e até 12 tipos de grãos diferentes, esses pães são ricos em fibras. O preparo é simples: basta adicionar sementes a uma base de pão simples. Escolha os cereais, sementes e grãos de acordo com os benefícios nutricionais:

  • aveia — cereal que contém vitaminas, proteínas e fibras. Pode ser utilizada nas formas de flocos, farinha ou farelo. Sua digestão é mais lenta e é ideal para quem precisa baixar a pressão arterial e os níveis de colesterol;
  • linhaça — o grão, encontrado inteiro ou moído, proporciona a sensação de saciedade e auxilia no metabolismo, além de promover a produção de colágeno;
  • chia — esse insumo combate o colesterol ruim e previne o diabetes. É rico em fibras, ômega 3 e 6.

5. Pão alentejano

Originário da região do Alentejo, esse é um dos mais deliciosos pães portugueses.

Ele é preparado com farinha de trigo e massa lêveda e deve ser assado em forno a lenha. A utilização de sêmola de trigo é opcional e garante ao pão uma textura mais firme.

6. Pão preto

O pão preto é uma alternativa aos pães preparados com farinha refinada. Normalmente, ele é feito com sementes de abóbora, girassol, linhaça, gergelim e farinha de centeio e/ou de trigo. É um pão levemente adocicado — alguns dos ingredientes utilizados em seu preparo são cacau, açúcar mascavo e mel. Por isso, os diabéticos devem ficar atentos e consumir o pão preto com moderação.

7. Pão australiano

Este pão é uma variação do pão preto e caiu nas graças dos paladares brasileiros recentemente. Ele é ainda mais doce que o pão preto, podendo levar melado na receita. Apresenta uma crosta macia e um interior denso. É polvilhado com fubá ou farinha de milho.

8. Ciabatta

Sua origem exata é desconhecida, mas acredita-se que esse pão foi popularizado por monges franciscanos, na Itália, há cerca de 800 anos.

Uma de suas caraterísticas mais marcantes é a utilização do método indireto de fermentação, em que as leveduras são adicionadas na massa, sem que o fermento seja “alimentado” previamente.

A massa da ciabatta é mole e, depois de assada, o pão possui crosta fina e miolo úmido. É feita, geralmente, com farinha de trigo.

9. Focaccia

Como a ciabatta, a focaccia é um pão rústico elaborado com trigo. Pode ser moldada em círculos ou em retângulos achatados, com no máximo 2 cm de espessura.

Trata-se de um dos tipos de pães mais macios e sua textura lembra a massa de pizza. A receita original aromatiza a focaccia com azeite, ramos de alecrim fresco e sal grosso. Contudo, é possível utilizar a massa como base para recheios de queijo, tomates, cebola e outras ervas aromáticas.

10. Brioche

Um dos tipos de pães mais famosos da França, o brioche é doce e leva manteiga, leite e gemas na receita original. É comumente moldado com duas bolas de massa, sendo que a maior serve de base para a menor. É normalmente consumido no café da manhã e pode ser preparado com frutas ou gotas de chocolate incorporadas à massa. 

Ricos, macios, crocantes e saborosos. Os pães são fonte de energia, de nutrientes e de prazer à mesa. No entanto, é preciso consumir o alimento com moderação. Uma dica é optar por receitas mais saudáveis e nutritivas. Praticamente todos os pães podem ser preparados com o grão integral.

A diferença é simples: a farinha integral passa por menos processos, preservando a casca e/ou o germe do cereal. Com isso, ela preserva a maior parte dos nutrientes presentes no grão in natura. Além disso, muitas farinhas refinadas passam por processos químicos a fim de branquear o produto. De modo geral, as farinhas integrais são mais saudáveis e proporcionam maior saciedade quando consumidas.

Ficou com água na boca? Compartilhe o que aprendeu sobre pães com seus amigos. E, para receber conteúdos como este, acompanhe-nos nas redes sociais. Estamos no Facebook, no Instagram e no YouTube!

Facebook Comments

Blog Comments
Avatar

Qual forno vcs indicaram para um pequeno negócio de paes , cafés e lanches rápidos?

Grato!

84 9827.7932 wats

Avatar

Olá Edgard Franco tudo joia? Vamos lhe contatar para alinharmos as informações ok 😀

Avatar

Edgard, tentamos lhe contatar mas sem sucesso! Você pode nos contatar no 35 3449-1200.
Aguardamos sua ligação 😀

Deixe um comentário