Benefícios dos fornos combinados: veja porque investir neles

Benefícios dos fornos combinados: veja porque investir neles

  • Home
  • Gastronomia
  • Benefícios dos fornos combinados: veja porque investir neles
benefícios dos fornos combinados

Você conhece os benefícios dos fornos combinados? Em geral, chefes ou cozinheiros experientes, que já trabalharam em grandes empreendimentos, sabem deste equipamento e suas possibilidades. Todavia entre pequenos e médios empreendedores e profissionais do ramo, pouquíssimos são aqueles que já a utilizaram ou ouviram falar deles.

O forno combinado é um equipamento que, diferentemente de um forno doméstico ou convencional, trabalha com diferentes formas de cocção e “combinando” algumas delas, o que dá origem ao seu nome. Você pode utilizar ar quente, vapor ou os dois simultaneamente.

Dessa forma é possível assar, grelhar, fritar, cozinhar, refogar, regenerar e cozinhar em um só equipamento e inúmeros outros benefícios como veremos a seguir.

Leia o texto abaixo e aprenda sobre esta ferramenta indispensável.

A rotina de uma cozinha tradicional

Antes de mais nada, você já teve a oportunidade de visitar uma cozinha comercial profissional? Ou você já trabalhou em alguma? Independente do tamanho, todas elas tem similaridades em sua rotina se você observar bem.

São inúmeras operações complexas, realizadas simultaneamente, durante horas à fio em uma infinidade de equipamentos. Com fogões industriais de 8, 12 ou até mais bocas, fritadeiras cheias de gordura em alta temperatura, chapas quentes, caldeirões e panelas fumegantes.

Além disso, as cozinhas convivem com antigos problemas, como incapacidade de atender demandas variáveis, reclamações de qualidade, altos custos operacionais como água, energia e gás, desperdícios de ingredientes e equipe extenuada.

Contudo, o advento de tecnologias como o forno combinado vieram para ajudar a solucionar muitas dessas questões.

Veja os benefícios dos fornos combinados

Veja agora como os fornos combinados ajudam na rotina diária dos empreendimentos de alimentação.

Facilidade e praticidade na produção

Se você comparar a operação de uma cozinha normal, com uma equipada com um forno combinado, verá diferenças. As inúmeras funções e desempenho excepcional deste equipamento, facilitando a rotina.

Primeiramente, porque ele permite preparo simultâneo. Por exemplo, em cozinha comum, se você deseja preparar legumes cozidos, provavelmente terá vários caldeirões com água fervente para cada um deles, ocupando várias bocas do fogão. Já com o combinado, você pode cozinhar todos estes de uma só vez. Ademais, com menores riscos de passar do ponto e até acidentes uma vez que não são cozidos em imersão. E detalhe, junto com os legumes, você pode cozinhar em outras bandejas o arroz, uma carne e até mesmo pudins de sobremesa, sem que um interfira no aroma e sabor do outro.

Fator tempo

Algo que não é normalmente notado nas cozinhas, é o tempo gasto para se realizar todas as atividades. As vezes um almoço começa a ser preparado de madrugada e ainda corre o risco de atrasar. Um jantar pode levar o dia inteiro ou ambos começam até um dia antes.

Só para exemplificar, com recursos como a “cocção noturna” dos fornos combinados, você pode colocar produtos para serem preparados em baixa temperatura, durante toda a noite, ou por um número específico de horas e, ao chegar tudo está pronto! Você também pode adotar o sistema Cook and Chill com apoio de um ultracongelador.

Automação

Muitas atividades da cozinha demandam vigilância contínua. Isto “prende” os profissionais a esta função atrapalhando-os fazer outras atividades. Já com o forno combinado, escolhendo a função e tempo ou receita, ele faz tudo sozinho e ainda avisa!

Por exemplo, alguns contam com sistema de “cocção múltipla”, onde você pode colocar vários produtos (contanto que utilizem a mesma função e temperatura), com diferentes tempos por gn e o forno sinalizará quando cada uma delas estiver pronta.

Padronização

Muda o cozinheiro, muda a comida? Isto acontece porque métodos, tempos e temperaturas variam as vezes de um profissional para o outro. Já com a programação de receitas do forno combinado isto deixa de ser um problema.

Com a receita salva, basta fazer o carregamento e acionar o correspondente no painel. Isto também reduz a necessidade de acompanhamento contínuo pelos profissionais, uma vez que o forno executará o padrão pré-estabelecido.

Produtividade

Se acompanhar uma cozinha convencional com  um fogão industrial de 2 bocas, poderá observar que se teve um grande trabalho para se produzir uma quantidade relativamente baixa e que por vezes não consegue atender a demanda.

Em contrapartida, por exemplo, com um forno combinado pequeno de 3 gns consegue produzir até 105 refeições por ciclo! Um cálculo básico é que cada gn em média atende 35 porções!

Qualidade

É comum se ouvir reclamações sobre a “carne estar ressecada demais”, o “frango cru por dentro”, o “arroz empapado”, os “legumes aguados” e etc. O processo convencional por vezes deixa a desejar.

Agora, se observar as características de cor, textura, aroma, sabor, umidade e “o ponto” dos alimentos preparados coma as tecnologias do forno combinado a diferença é notória. Vale a pena participar de uma demonstração para averiguar isto.

Economia em equipamentos

Uma cozinha profissional completa hoje é um alto investimento. Isto porque não se trata de um ou dois equipamentos e sim de uma infinidade deles. O resultante são orçamentos quase impeditivos para se iniciar ou modernizar um negócio.

Como o forno combinado pode centralizar diversas funções, você trabalhar com um “formato enxuto” de layout (disposição física dos recursos) e espaço. Em outras palavras, você tem um forno combinado bem dimensionado à sua demanda e um fogão de apoio somente a princípio.

Economia de recursos

Quem já viu a conta de água, energia elétrica, gás de uma cozinha de restaurante, pode se assustar. Isto ocorre porque são vários equipamentos utilizando os mesmos recursos todo tempo ao mesmo tempo.

Com o forno combinado, você passa a ter 1 equipamento apenas ao invés de 1 dúzia e obviamente, seu consumo será menor, até porque eles contam com sistemas que poupam energia (ou gás) e também água.

É claro que algumas cozinhas dependerão ainda de algum outro equipamento complementar mas com o devido dimensionamento do projeto e treinamento da equipe, o forno combinado pode, ainda concentrar boa parte dos processos.

Economia de acessórios

Panelas, frigideiras, caldeirões, caçarolas e tantos outros que comumente acabam “enchendo” por si só todo local. Fora acessórios específicos de cada equipamento diferente.

Com o forno combinado, você utilizará as gns que são extremamente versáteis, em aço inoxidável, duráveis, fáceis de lavar e ainda de guardar porque servem umas sobre as outras, poupando espaço. Assim sendo, você economiza também com acessórios.

Satisfação dos clientes

Já observou as reclamações de clientes sobre a qualidade dos alimentos no segmento de alimentação? Em geral, boa parte delas tratam de fatores que facilmente poderiam ser resolvidos com apoio de um forno combinado.

Uma carne ao ser preparada no vapor deste equipamento ficará extremamente úmida. Com uso da sonda de núcleo, o frango pode ficar com ponto ideal em seu interior e assim por diante.

Os benefícios dos fornos combinados para diferenciação dos concorrentes

Seus concorrentes conhecem forno combinado? Eles têm um? Neste ponto, esta tecnologia pode colocar seu empreendimento à frende deles. Eles podem estar enfrentando todos estas questões que mencionamos acima.

Agora se eles possuem um, sabem como utilizá-lo e utilizam-o em todo seu potencial? Ainda assim, há espaço para diferenciação. É comum que dentro das cozinhas, ao invés de se utilizar os recursos do combinado, se volta a fazer tudo como antigamente.

Conclusão

Em suma, como puderam notar, os benefícios dos fornos combinados são muitos, atuando em diferentes aspectos da produção e oferecendo novas formas de se fazer as mesmas coisas mas com maior eficiência e qualidade.

A propósito, você sabe que fazer frituras nele? Clique aqui e leia esta postagem especial sobre o tema ensinando tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Continue a leitura.

Tags:
Deixe um comentário