Demanda: dicas de como fazer o planejamento

Demanda: dicas de como fazer o planejamento

demanda

Demanda: dicas de como fazer o planejamento

Por demanda, entendemos quantidade de produtos ou serviços e sua procura, que os consumidores desejam adquirir em um determinado período. Ela é influenciada por diversos fatores, como o preço, disponibilidade, a qualidade, as preferências dos consumidores e as condições econômicas.

Na perspectiva da produção, é um elemento fundamental para o planejamento e controle da produção. Com base na demanda esperada, as empresas precisam determinar a quantidade de produtos a fabricar, a capacidade de produção necessária, a programação de produção e a alocação de recursos.

Hoje vamos ver alguns pontos importantes que influenciarão o cálculo e que você não pode esquecer. Leia o artigo abaixo e confira.

Fatores que influenciam a previsão de demanda

Aspectos demográficos da sua região

Quantos habitantes residem nas imediações do seu negócio? Como são as famílias? Nucleadas ou com muitas pessoas? Qual o perfil? Idade, renda, composição familiar, preferências culturais e padrões de consumo. Por exemplo, locais com alta concentração populacional e famílias grandes, a demanda tende a ser maior.

Perfil do cliente e ticket médio

Os clientes buscam produtos populares com preço acessível ou produtos de alto valor agregado? Aqui, você começa a direcionar o cálculo. Por exemplo, se muitas pessoas consomem produtos do tipo gourmet, é provável que esses produtos tenham uma demanda maior. Da mesma forma, analisar o valor gasto pelos clientes em cada compra pode indicar quais produtos devem receber mais atenção.

Preço médio

Qual é a faixa de preço dos produtos mais consumidos? Aqui, você pode selecionar os produtos mais vendidos dentro de uma determinada faixa de preço. Se o público busca por itens mais baratos, é provável que haja uma demanda superior por esses produtos em comparação aos demais. Só para ilustrar, imaginemos dois itens similares, mas um deles vende mais do que o outro devido ao seu preço mais atrativo.

Concorrência

Se por acaso você tem concorrentes próximos, isto significa que pelo menos, a princípio, sua demanda será menor já que os clientes estarão acostumados a adquirirem neles. Agora, se não existem tantos, então provavelmente toda demanda recairá sobre o seu empreendimento.

Acesso e visibilidade

Se seu ponto está facilmente acessível tanto para clientes, com boas conexões com as principais vias de transporte, em uma área de fácil alcance e com boa visibilidade, certamente você atrairá mais clientes e com isso sua demanda será maior do que um local com baixo tráfego de potenciais clientes.

Locais de alto fluxo

Apenas para ilustrar, se o seu estabelecimento está localizado em uma região litorânea ou em um destino turístico popular, onde há um alto fluxo de visitantes de forma constante ou em determinadas ocasiões, é importante considerar essa particularidade. Essa situação provavelmente resultará em uma demanda alta para o seu negócio.

Dados históricos

Se seu negócio já está há tempos no mercado, examine as vendas passadas para identificar padrões, tendências e sazonalidade. Métodos estatísticos, como médias móveis, suavização exponencial ou modelos de regressão, podem ser aplicados para prever a demanda.

Diferencie a sazonalidade

É importante diferenciar a sazonalidade nas vendas. Se em determinados períodos a sua venda é alta, é recomendado considerar a demanda dessas datas separadamente das demais. É útil tomar como referência as semanas e meses sem feriados, as conhecidas “emendas”, festas e outros eventos sazonais. Dessa forma, você terá uma ganhará confiabilidade nos dados ao analisar e prever.

Pesquisas e feedback dos clientes

Realize pesquisas de mercado e entrevistar clientes pode fornecer insights sobre suas preferências, necessidades e comportamento de compra. Essas informações qualitativas e quantitativas podem ser usadas para estimar a ajustar as previsões com base nas suas opiniões.

Análise de dados externos

Dados macroeconômicos como a situação atual da economia, tendências do setor, indicadores, vendas dos concorrentes etc. Se por exemplo comum, o índice de desemprego está menor, então provavelmente você terá uma demanda superior, já que as pessoas passarão a comprar mais itens de alimentação.

Testes piloto e experimentos

Em alguns casos, pode ser útil realizar testes piloto ou experimentos controlados para estimar a demanda. Isso envolve lançar um novo produto ou serviço em um mercado restrito e medir a resposta dos consumidores. Com base nos resultados do teste piloto, é possível extrapolar a demanda para outra escala.

Modelos de previsão estatística

Para uma abordagem mais avançada, existem modelos de previsão estatística, como séries temporais e regressão linear, modelos de suavização exponencial, entre outros. Esses modelos são desenvolvidos com base em dados históricos e ajudam a identificar padrões e relacionamentos que podem ser usados para prever a demanda futura.

Centralização de Produção

A centralização de produção é um conceito que envolve a produção antecipada de itens por meio do uso de técnicas como o ultracongelamento e equipamentos de alta produtividade. O investimento em a amassadeiras espirais maiores, cilindros e grupos automáticos na panificação, ou na gastronomia, utilizando fornos combinados.

Em vez de planejar a produção de acordo com a demanda imediata, você já tem todos os itens fabricados, armazenados para atender. Mesmo em pequenos negócios, é possível adotar essa abordagem ao utilizar um ultracongelador de menor porte, permitindo a produção antecipada, armazenamento em freezers comuns e atendimento aos clientes sem a necessidade de correrias de última hora.

Conclusão

A previsão de demanda é um processo importante para estimar a quantidade de produtos que os consumidores irão demandar em breve para orientar o planejamento da produção, a gestão de estoques, a alocação de recursos e outras decisões operacionais.

É importante ressaltar que a previsão da demanda não é uma ciência exata e está sujeita a incertezas. O uso de várias abordagens e a combinação de diferentes métodos podem ajudar a obter estimativas mais precisas. Além disso, é essencial revisar e ajustar as previsões regularmente à medida que novos dados e informações se tornam disponíveis.

Por fim, veja nossa postagem sobre a Centralização de produção e como você pode utilizá-la na panificação e gastronomia. Continue a leitura.

Tags:
Deixe um comentário

error: Content is protected !!