Doces para padaria: descubra as oportunidades por trás desses sucessos

Doces para padaria: descubra as oportunidades por trás desses sucessos

doces padaria

Seu negócio já é um sucesso na venda de pães artesanais, salgados e muito mais, certo? Mas, para quem quer uma maneira de lucrar mais, saiba que existe um mercado super favorável e que só tem crescido nos últimos anos. Estamos falando da venda de doces para padaria!

Neste artigo, você vai conhecer quais são os doces para padaria mais procurados e a importância da inclusão desses produtos no seu estabelecimento. Gostou do tema? Então acompanhe o post para saber mais!

Qual a importância da inclusão de doces na padaria?

O mercado de doces vem ganhando cada vez mais espaço dentro das padarias. Afinal de contas, quem resiste a um docinho depois das refeições, não é mesmo? Essa iguaria tem a capacidade de atrair clientes e ainda fidelizá-los ao seu estabelecimento. Para isso, é importante investir em produtos que sejam atrativos, diferentes, solicitados e, principalmente, saborosos.

Vale lembrar que é muito importante trabalhar sempre com ingredientes de qualidade, ter generosidade nos recheios e coberturas, oferecer treinamento adequado aos seus colaboradores e ter máquinas e equipamentos de ponta para otimizar a produção. A seguir, veja algumas ideias que vão deixar os seus clientes com água na boca.

O que considerar ao inserir os doces na padaria?

Antes de escolher quais produtos serão vendidos no empreendimento, é preciso ter atenção em relação aos diversos aspectos importantes que condicionarão essa decisão. Não levá-los em consideração pode resultar no insucesso de se oferecer doces na padaria.

Perfil do cliente

Primeiramente, é importante conhecer muito bem os clientes. Quem são, onde estão, como vivem, qual a faixa de renda, como fazem suas refeições, do que gostam e o que desejam. Sem isso, a margem de erro é muito grande. Dados demográficos, pesquisas, estudos, observação ou uma simples volta pelo bairro podem ser o necessário para se munir de informações para definir quais produtos colocar.

Definir uma quantidade limitada de produtos

Não adianta querer fazer tudo de uma só vez. É fundamental buscar atender ao perfil da maioria, dividindo nossa linha entre populares de preço acessível, intermediários e linha premium (produtos mais finos e de custo maior). Assim, consegue-se alcançar um maior público e vender mais.

Organizar a infraestrutura

Muitas padarias não têm uma área específica para a produção de doces. É importante pensar em um setor com equipamentos e utensílios básicos. Batedeiras profissionais de 18 litros ou até de 36 litros são itens de primeira necessidade. Afinal, máquinas pequenas ou até de perfil doméstico não atendem à demanda, nem ao regime de trabalho profissional.

Invista em tecnologia

Só para exemplificar, os ultracongeladores, permitem a produção antecipada de toda linha de doces da padaria. Os produtos podem ser na forma de massa crua em mangas prontas para dosar, massas já assadas, produtos montados e até decorados. Todos congelados e armazenados podendo ser retirados conforme demanda. Assim, evitam-se perdas e desperdícios.

Escolha bem e treine sua equipe

Nem todos têm condições de ter um confeiteiro qualificado em seu quadro de funcionários e, por isso, vale a pena investir na formação, dentro da própria loja, de novos profissionais. Para isso, busque perfis interessados em aprender e crescer com o empreendimento.

Participe de consultorias

Investir em consultorias de profissionais autônomos especializados para desenvolver processos, treinar e reciclar sua equipe é uma alternativa para implementar a linha de doces na padaria, além de atualizá-los com as novidades.

Estabeleça processos

Com o auxílio de consultores especializados, com infraestrutura e tecnologia de equipamentos, crie processos bem definidos para uma produção eficiente, padronizada e facilitada de doces, utilizando, por exemplo, a produção antecipada com ultracongelamento.

Prospecte fornecedores

Busque fornecedores que ofereçam o melhor em custo-benefício. De nada adianta matérias-primas caras, sem se obter lucro; nem muito baratas, que resultam em produtos de má qualidade. Consultores podem auxiliar muito nesse quesito.

Não “gourmetize”

Produtos caros, mesmo de altíssima qualidade, de produção complexa e nomes estrangeiros, ainda são restritos. É melhor oferecer uma linha de doces mais acessíveis, que sejam consumidos por um número maior de clientes e vendam muito mais.

Quais tipos de doces colocar?

Alguns pontos devem ser observados ao escolher o tipo de doce que deverá ser comercializado. Veja!

Regionais

Cada região do Brasil tem uma série de receitas locais que, em outras, nem são conhecidas. Elas são baseadas em suas frutas, história, culturas e ancestralidade. É preciso selecionar bem quais são as mais populares e em quais é possível se destacar, pois é comum que os concorrentes façam as mesmas.

Clássicos

Sonho, bomba (éclair), tortinha com creme e frutas, quindim, queijadinha, entre tantos outros, são clássicos brasileiros que merecem entrar na lista de seu empreendimento, mas é importante ter equipamentos e processos que auxiliem sua produção. Do contrário, será muito trabalhoso manter toda essa variedade. Uma dica é utilizar o ultracongelamento em toda linha de confeitaria.

Chocolates

Neste ponto nos referimos aos doces com chocolate. São sempre um sucesso, mas é preciso ficar atento à qualidade. Matéria-prima com baixo teor de cacau, muitas gorduras e açúcares já não apetecem mais os consumidores, que agora buscam produtos mais próximos do premium. Mesmo com linhas mais populares, é necessário ter bons fornecedores.

Linha fina

É preciso analisar se o preço final será aceito pelo cliente e se há equipamentos adequados e técnicas para fornecê-lo corretamente. Itens com material custoso e processos muito complexos, quando feitos de forma tradicional artesanal, tornam a produção inviável comercialmente em alguns casos, sem contar que o padrão de qualidade fica difícil de atingir.

Bolos

Podem ser divididos em dois grupos: os de preço popular e os especiais. Na linha dos populares entram os bolos de sabores variados simples, feitos com pré-misturas ou receita própria, e sua margem de lucro é menor, mas o ganho é na quantidade. Na linha dos especiais entram os com mais ingredientes e regionais, que podem ter um preço melhor por seu valor agregado.

Bolos festivos

Mesmo levando mais matéria-prima e mão de obra, eles não devem ter um preço final muito alto, pois podem não vender tão bem. A proposta é que tenham saída durante todo o ano, em vez de somente em datas. Uma alternativa é utilizar o ultracongelamento para tê-los sempre disponíveis, reduzir seus custos e trabalho.

Tortas decoradas

Com diversas receitas e o ultracongelamento, é possível tê-las durante todo o ano, inclusive já decoradas e montadas, além de em diversas fases de acabamento, facilitando o atendimento.

Como equipamentos ajudam no sucesso de vendas?

Ter equipamentos de qualidade na padaria é essencial para o sucesso do negócio, especialmente por ser possível aumentar a velocidade e o volume de produção sem perder eficiência e qualidade. Por exemplo, exemplo batedeiras de 18 ou 36 litros que dão maior produtividade. Dessa forma, os lucros são potencializados e dá para ter um bom retorno sobre o investimento que foi feito.

Outra vantagem de ter máquinas de qualidade na sua padaria é poder padronizar os alimentos que serão vendidos. Com os fornos de qualidade, por exemplo, todos os pães, bolos e biscoitos são assados igualmente. Além disso, há equipamentos para tornar padrão o tamanho e o formato das delícias.

Conclusão

Em síntese, oferecer diferentes opções de doces para padaria é uma excelente forma de conquistar os clientes e aumentar as vendas. Eles podem até ganhar lugar de destaque no negócio e servir como diferencial do estabelecimento. Por isso, é importante investir em equipamentos de qualidade e capacitar os colaboradores para produzirem receitas que conquistem o paladar dos clientes.

Por fim, se gostou do nosso conteúdo, veja também como a confeitaria pode ser uma estratégia de geração de receita e como encantar seus clientes com produtos finos. Continue a leitura. 

Deixe um comentário