O setor de panificação do Brasil em números

setor de panificação em números
Powered by Rock Convert

Conhecer o segmento de mercado de atuação, quer tenha empresa já constituída no ramo ou interesse em iniciar um novo negócio, é fundamental para qualquer empreendedor. Saber quais são os pontos fortes e fracos do ramo de atuação do seu negócio, bem como seus fornecedores, concorrentes e hábitos dos clientes pode ser decisivo para o sucesso empresarial.

Para você, que deseja investir em um novo negócio ou quer dar um novo rumo para sua empresa, este post é o ideal. Hoje vamos conhecer o setor de panificação do Brasil em números, um mercado antigo, porém, que se renova e está em plena ascensão, conforme apontam os levantamentos realizados pelo Sebrae e a Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip).

Setor de alimentação no Brasil

O setor alimentício acompanha o homem desde os primórdios, fato que ressalta a importância desse segmento para a economia do país, afinal, a alimentação é essencial para a preservação da vida. De acordo com a ABIA, Associação Brasileira da Indústria de Alimentos, o setor de alimentos e bebidas é o maior no Brasil, representando 10,6% do Produto Interno Bruto (PIB). Ainda segundo a ABIA, no ano de 2020, 1,6 milhão de empregos diretos e formais foram gerados pela indústria alimentícia.

O setor alimentício, conforme apontam estudos de organizações respeitadas nacionalmente, apresenta-se como uma excelente opção de investimento. O mercado de panificação, um destaque no setor alimentício, está entre os 6 (seis) maiores segmentos da indústria brasileira. Esse é um dado animador. Que tal saber mais sobre a panificação no Brasil?

O mercado de panificação e sua história

O mercado de panificação faz sucesso há séculos, segundo aponta o Sebrae, na Roma antiga, havia cerca de 400 padarias. Mas na realidade a história de amor entre a humanidade e o pão é bem mais antiga, datada de 4 mil anos antes de Cristo, no Egito, que é apontado como o berço do pão moderno e até mesmo o utilizava como moeda de troca.

Séculos se passaram, e com a imigração dos italianos para o Brasil, e, também com a contribuição gastronômica dos portugueses, o pão ganhou espaço na mesa dos brasileiros. Desde o século XIX, esse alimento conquista cada vez mais apreciadores. Um indicador disso é o apontado pelo Sebrae, que o consumo per capita do brasileiro é de 22,61 kg de pães por ano.

Faturamento e geração de emprego

Com aproximadamente 63,2 mil panificadores no Brasil, em que 60 mil são micro e pequenas empresas, o setor de panificação foi responsável por gerar 700 mil empregos diretos e 1,5 milhão de empregos indiretos, segundo aponta o Comunicado Técnico 174 do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Mesmo com a pandemia, o mercado de panificação conseguiu alcançar um faturamento de R$91,94 bi em 2020. Os itens vendidos nas padarias apresentam uma porcentagem de 61,65% de produtos de produção própria, enquanto os itens de revenda representam 38,35% do faturamento de padarias e confeitarias.

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

7 passos para o sucesso da panificação no Brasil

O pão é consumido por 76% dos brasileiros, durante o café da manhã, e 98% consomem produtos panificados. Mas é preciso frisar que as pessoas já não vão à padaria para comprar apenas pães, também existem produtos secundários, como bebidas, cigarros, alimentos industrializados e o famoso frango assado. Veja agora os passos que podem ser seguidos para alcançar a excelência no seu negócio:

1- Inove

Há quem tenta resistir a um pãozinho, mas o mercado de panificação, sempre inovador, cria diferentes versões desse alimento, que é uma boa fonte de energia. Atente-se para o fator inovação, conquiste outros públicos, invista na produção de pães, bolos, doces, salgados e demais produtos capazes de atender a todos. É importante ir além das versões tradicionais e oferecer variações com massas e/ou recheios diferentes.

2 – Precificação

O preço é um atrativo para o seu negócio, sendo importante avaliar se os preços correspondem aos custos de produção e dão margem para os lucros. Do contrário, a panificadora terá prejuízos ou poderá perder clientes em virtude de preços nada atrativos. Convém pesquisar valores e contabilizar todos os custos de produção, armazenamento e comercialização. Há casos específicos que uma adequação na linha de produção, como a aquisição de máquinas com tecnologia mais moderna, podem baixar o custo de produção e, consequentemente, baixar o preço final do produto para o consumidor.

3 – Reduza custos e desperdícios

As perdas e altos custos na produção geram prejuízos desnecessários, que aumentam o custo de produção e minam a saúde financeira da empresa. Realize pesquisas de preços dos produtos, avalie se há desperdícios durante a produção e o armazenamento. Atenção especial para a logística de produção, armazenamento e distribuição.

4 – Segurança de alimentos

A segurança de alimentos não somente permite que seu estabelecimento continue atuando, mas também evita prejuízos e é responsável direta pela fidelização de clientes. Portanto, siga rigorosamente as medidas de segurança de alimentos e atente-se para a higiene de paredes, prateleiras, piso, teto e utensílios utilizados na preparação dos alimentos. Prepare os alimentos em local separado da área onde os produtos são resfriados ou embalados. Além disso, tenha o cuidado de manter longe os refugos, aqueles produtos que retornam, principalmente se estiverem com contaminação.

5 – Atendimento

Amplie as formas de atendimento, especialmente durante a pandemia. Além do atendimento físico, ofereça a opção de delivery, seja por meio telefônico ou com aplicativos. No entanto, lembre-se que tão importante quanto ampliar as formas de atendimento, a atenção com o cliente e a cordialidade no atendimento são essenciais e decisivos.

6 – Cursos

Nunca é demais investir em cursos capazes de deixar os produtos mais atrativos, e isso está relacionado não somente com a produção, mas também com a publicidade que é dada ao produto e como é realizado o marketing da padaria. O que produzir, quando e como são decisões estratégicas que exigem conhecimento de mercado e dos processos gerenciais envolvidos no setor de panificação. Assim, invista em cursos profissionalizantes e de aperfeiçoamento, desde a área administrativa até a produção.

7 – Tecnologia

A panificação está cada vez mais moderna. No mercado existem máquinas incríveis, com sistemas automatizados, capazes de aumentar a produção e gerar lucros. Lembre-se que “tempo é dinheiro” e é justamente esse tempo que pode te ajudar a fidelizar novos clientes, já que a tecnologia auxilia no quesito tempo, economia e qualidade. O cenário presente e futuro do setor de panificação no Brasil é muito animador. Apesar de ser um setor antigo, a panificação está mais moderna, com um mercado cada vez mais amplo.

Assim, é necessário investir em gestão estratégica, aliada a novos modelos de produção e tecnologia, para assegurar bons resultados, superar desafios e turbinar o faturamento. Quer aumentar ainda mais a sua produção? Fale com um dos nossos consultores da Prática e conheça toda a linha de fornos para a sua padaria. Você perceberá que um bom equipamento é o maior aliado da sua produtividade e dos lucros!

Powered by Rock Convert

Facebook Comments

Deixe um comentário