Pão de Mel: ofereça diversidade de receitas e garanta mais lucratividade ao seu negócio

  • Home
  • Panificação
  • Pão de Mel: ofereça diversidade de receitas e garanta mais lucratividade ao seu negócio
Pão de Mel

Imagine que você está saboreando um pãozinho macio com gostinho de mel e de outras especiarias. A cobertura é de chocolate e o cheirinho é irresistível. 

Estamos falando do pão de mel, um doce muito valorizado pelos brasileiros e que é uma ótima oportunidade de atrair a freguesia para o seu estabelecimento.

Você é dono de uma padaria ou quer empreender vendendo doces? Então aproveite as dicas para usar essa receita no seu negócio!

História do pão de mel

Não se sabe ao certo a origem do pão de mel, pois existem várias versões sobre a sua história. Uma delas considera que o mel era usado para adoçar os alimentos desde a Antiguidade. As civilizações antigas, como egípcios, gregos e romanos, utilizavam o mel para aromatizar o pão. 

Outra versão apresenta o pão de mel como invenção russa por volta do século IX. A receita tradicional levava, basicamente, farinha, suco de frutas e muito mel.

O pão de mel também é considerado uma receita europeia, que tem como ingredientes, farinha de trigo, manteiga, ovos, especiarias, chocolate e mel. Talvez essa seja a receita mais conhecida no Brasil, pois, depois de prontos, os pãezinhos são banhados em chocolate.

Ao longo dos séculos, o pão adocicado passou por mudanças em suas características, principalmente com as especiarias da Índia e do Oriente Médio, como nozes, frutas secas, cravo, gengibre e canela.

Possibilidades para agradar a freguesia 

Atualmente, o pão de mel é muito utilizado em festas e como lembrancinhas. Esse doce  é uma boa opção de presente, por isso ele pode ser explorado em datas comemorativas para aumentar as vendas da padaria, com uma boa embalagem para agregar valor.

Existe uma variedade de adaptações da receita tradicional, com o uso de diversos recheios,  coberturas, saborização e aromatização de massas. Assim, essa é uma possibilidade para atrair um público com vários gostos, desde os sabores tradicionais, até os doces mais sofisticados e enfeitados.

Além disso, o doce pode ser feito em vários formatos, como retangulares, ovais, quadrados, corações, árvores natalinas, entre outros.

Hoje em dia, com as inovações no setor gastronômico, é possível encontrar pão de mel no pote, no palito e no cone, além da receita servir como recheio para bolos, tortas e ovos de chocolate.

Vale destacar que o pão de mel pode ser feito na própria padaria, como um produto de linha “da casa”. Assim, a ideia é que você explore o produto na vitrine de doces, especialmente substituindo produtos de terceiros, comodatos e industrializados. Essa estratégia ajuda a divulgar o nome do estabelecimento.

Como aumentar a durabilidade do pão de mel?

Os bolos e massas em geral merecem uma atenção especial no que diz respeito à sua durabilidade. 

Os fungos, especialmente os bolores, se proliferam em alimentos úmidos e, como o pão de mel precisa ficar úmido para ter o aspecto de “molhadinho”, é preciso ter cuidado ao menor sinal de contaminação.

Se a sua produção é em larga escala, vale investir em aditivos para aumentar a vida útil do doce. Contudo, escolha um bom produto que não altere o sabor do pão de mel.

Caso você não queira usar um conservante, deixe claro ao consumidor que o doce deve ser consumido em até 10 dias após a fabricação, além de mantê-lo em um local arejado e fresco.

Na geladeira, o pão de mel pode ficar ressecado e perder a maciez e o sabor. O melhor é proporcionar alimentos fresquinhos aos clientes, portanto, avalie essa possibilidade.

Pensando em produtividade

Para aqueles que desejam se dedicar exclusivamente ao produto ou outros similares, é recomendado estudar a demanda e a possível necessidade da aquisição de fornos maiores de uso profissional, como os fornos turbo e lastro.

É recomendado que os fornos tenham:

  • controle preciso de temperatura, para facilitar na qualidade e padronização dos pães de mel;
  • práticos de operar, para você ou auxiliares conseguirem operar da mesma forma;
  • robustos, para que aguentem a rotina de produção contínua e durem bastante.

Receitas de pão de mel

A receita básica é feita com base na receita europeia e com o uso de especiarias. 

É importante ressaltar que existem infinitas receitas disponíveis tanto na internet quanto em livros e revistas, que são trocadas entre amigos, colegas e conhecidos. Mas a melhor receita é aquela que agrada mais ao seu cliente e pode ser mudada sempre que necessário para se adaptar ao gosto dele.

Powered by Rock Convert

Confira nossos exemplos de receitas:

Pão de mel tradicional

Ingredientes

Massa:

  • 300ml de leite integral;
  • 1 colher de chá de canela em pó;
  • 1/2 colher de chá de cravo em pó;
  • 1/4 de colher de chá de noz moscada ralada na hora;
  • 1 xícara de mel;
  • 5 ovos;
  • 1 e 1/2 xícara de açúcar mascavo;
  • 1 colher de sopa de extrato de baunilha;
  • 150ml de óleo vegetal;
  • 1/3 xícara de chocolate em pó;
  • 1 pitada de sal;
  • 1 colher de chá de bicarbonato de sódio;
  • 1 colher de chá de fermento em pó;
  • 3 xícaras de farinha de trigo peneirada;

Montagem:

  • doce de leite para rechear;
  • chocolate para cobrir;

Modo de preparo:

Junte o leite com as especiarias e leve para ferver. Assim que ferver, adicione o mel e tampe para deixar a mistura em infusão.

Quando o leite amornar, bata no liquidificador junto com os 5 ovos, o açúcar mascavo, o extrato de baunilha e o óleo.

Transfira a mistura dos líquidos para uma tigela e então comece a adicionar os secos, sempre peneirando-os. Primeiro o chocolate em pó, depois o bicarbonato de sódio e o fermento e, por último, a farinha de trigo. Misture até incorporar.

Distribua a massa em forminhas previamente untadas e polvilhadas com chocolate em pó. Encha até a metade, já que o pão de mel vai crescer.

Asse em forno pré-aquecido a 180˚C por aproximadamente 15 a 20 minutos, ou até que o teste do palito dê certo.

Assim que os bolinhos saírem do forno, tire-os da forminha e disponha-os sob um prato. Por cima deles, coloque outro prato ou algo com uma superfície reta, de modo que forme um peso e eles fiquem um pouco achatados e retos dos dois lados.

Quando os pães de mel esfriarem, corte-os ao meio e recheie com um doce de leite mais consistente. Feche os pães de mel e banhe-os no chocolate derretido e temperado.  Leve-os à geladeira para secar durante 3 minutos.

Pão de mel no pote

Ingredientes

Massa:

  • 2 xícaras de farinha de trigo peneiradas;
  • 2 colheres de chá de fermento químico em pó;
  • 2 colheres de chá de bicarbonato de sódio;
  • 1 xícara de leite;
  • 1/2 xícara de açúcar mascavo;
  • 1/3  de xícara de chocolate ou cacau em pó;
  • Especiarias a gosto (cravo, noz-moscada, canela e/ou gengibre);
  • 50 g de manteiga;
  • 4 ovos;
  • 300 g de mel.

Recheio: ganache, brigadeiro, beijinho, doce de leite ou o que você preferir.

Modo de preparo:

Misture o leite, o açúcar e o chocolate em pó. Deixe aquecer antes de chegar a ferver e desligue o fogo.  Depois, misture a manteiga até derreter e coloque o mel e as especiarias em pó.

Na batedeira planetária de 18 litros, bata os ovos para ficarem claros e com um maior volume e acrescente a mistura de leite, além da farinha, do fermento e do bicarbonato, misturando com delicadeza até obter uma massa homogênea.

Coloque a massa em uma assadeira untada com manteiga ou forrada com papel manteiga e deixe assar por volta de 40 minutos. Pré-aqueça o forno por 10 minutos, a 150°C, caso seja lastro, e a 160°C se for turbo.

Após o bolo esfriar, esfarele com as mãos e coloque uma camada de recheio e uma de bolo até encher o pote. É possível utilizar mais de um recheio.

Por cima, enfeite com raspas de chocolate.

Pão de Mel congelado

Para aqueles que já conhecem e fabricam, existe a possibilidade de se trabalhar com a massa crua, congelada em mangas (sacos plásticos de confeitar), ou com o produto em assadeiras de alumínio, ou disposto nas embalagens descartáveis, ou até já assado, cortado, recheado e coberto de chocolate.

O ultracongelador faz o congelamento rápido do produto até o núcleo na temperatura ideal de -18°C, o que favorece a qualidade, a segurança de alimentos e a durabilidade dos pães de mel, além de tudo isso permitir a produção antecipada.

Concluindo…

As receitas citadas são apenas alguns exemplos, pois a produção de pão de mel varia conforme os equipamentos utilizados e a finalidade.

Quer diversificar ainda mais as ofertas da padaria? Descubra também 7 produtos integrais para oferecer aos seus clientes.

Fornos de PanificaçãoPowered by Rock Convert

Facebook Comments

Deixe um comentário