Subdimensionamento de equipamentos na panificação: saiba o que é!

Subdimensionamento de equipamentos na panificação: saiba o que é!

  • Home
  • Panificação
  • Subdimensionamento de equipamentos na panificação: saiba o que é!
O subdimensionamento dos equipamentos ocorre quando seu equipamento está abaixo da capacidade produtiva que seu empreendimento precisa. Aprenda mais aqui.

O sucesso de um estabelecimento do setor de alimentação depende de diferente fatores, entre eles, a aquisição de maquinário. É importante acertar no tipo, na quantidade e, principalmente, na capacidade de produção de cada um deles, para que não aconteça um subdimensionamento de equipamentos na área de produção.

Neste artigo, você vai entender o que é esse problema e como ele afeta o seu negócio. Além disso, vamos dar dicas para que a área de produção da sua padaria seja mais eficiente com o dimensionamento adequado dos equipamentos. Confira.

O que significa subdimensionamento de equipamentos na área de produção? 

Os investimentos em equipamentos de panificação representam um peso importante nos custos de montagem. Com isso, é tentador pensar em economizar na hora de comprá-los. Contudo, isso precisa ser feito de forma estratégica. Afinal, nem sempre o material mais barato é aquele que dará o melhor retorno.

O subdimensionamento acontece quando a quantidade e tipo de equipamentos comprados para a padaria não gera produção suficiente para suprir a demanda, o que reduz a eficiência e a capacidade de atendimento. Logo, mesmo que o custo de aquisição seja menor, se perde deixando de atender clientes.

Quais são os impactos do subdimensionamento no seu negócio?

O subdimensionamento de equipamentos causa diversos impactos em um estabelecimento, em especial aqueles focados na panificação. Veja alguns dos exemplos abaixo.

Limitação da capacidade produtiva

A capacidade produtiva de uma padaria depende de fatores como a qualidade dos insumos, o conhecimento da equipe e os equipamentos disponíveis. Assim, uma área de produção eficiente, necessita que todos esses elementos estejam devidamente alinhados entre si.

Na maioria dos casos, o erro está na padaria ter uma demanda muito maior que a produção máxima de seus equipamentos, justamente por serem pequenos. Em outras palavras, subdimensionados.

Ademais, ocorre com frequência o desequilíbrio na capacidade de cada equipamento em relação aos demais. Só para exemplificar, uma amassadeira que consegue misturar o dobro da quantidade de massa suportada pelo forno. Nesse caso, ou a amassadeira não deve ser utilizada em seu limite ou a capacidade da etapa de assar deve ser aumentada, com fornos maiores ou aquisição de outro forno.

Perda na qualidade dos produtos

Cada tipo de produto demanda processos específicos de preparo, que influenciam diretamente sua qualidade. Se os equipamentos utilizados não forem adequados, eles podem afetar o volume de produção, ou mesmo o resultado alcançado. Como consequência, a empresa fabrica menos e perde vendas.

A forma como cada máquina é utilizada também pode prejudicar o processo. Por exemplo, ao adquirir um equipamento pequeno para produzir uma quantidade muito além de sua capacidade. Por exemplo, um forno pequeno para produzir bolos grandes. Isso influencia a qualidade do produto.

Subdimensionamento gera desgastes de componentes, manutenções e custos

Outro ponto é, uma vez que um equipamento é utilizado acima de sua capacidade nominal, isto é, a estabelecida pelo fabricante, os componentes deste podem sofrer desgaste, reduzindo sua vida útil e causando quebra, paradas e custos de manutenção corretiva.

Só para ilustrar, algo bem conhecido de todos: um veículo. Se você dirige bem, com cuidado, dentro dos limites modelo, dificilmente ele terá mais do que manutenções preventivas. Contrariamente, mesmo uma versão robusta e moderna nas mãos de um mal condutor, sofrerá desgastes e quebras.

Paradas e custo do tempo

Quanto um equipamento para durante a produção, seja por exceder sua capacidade ou quebra, o cliente fica sem atendimento. Além de deixar de vender, dos materiais descartados, a perda do próprio produto em si, temos também a perda do tempo. É o intervalo que ficou parado, da hora-homem (mão de obra) e da manutenção que precisa ser feita. Qual o custo do tempo? Vale a pena refletir.

Altos custos de quebras e trocas

Da mesma forma, se há tanto uso excedente quanto mal uso, isto é, quando o equipamento é submetido a funções e regimes de trabalho diferentes do descrito pelo fabricante, podem ocorrer até danos graves, a ponto de ter que trocá-lo.

De maneira idêntica, novamente o exemplo do veículo. Ninguém utiliza um carro de passeio de luxo para fazer uma trilha off road. Em primeiro lugar, as diferenças construtivas mecânicas e em segundo, as aplicações distintas. 

Desperdícios de insumos

Equipamentos subdimensionados não estão prontos para atender à demanda da produção profissional de forma eficiente. O tamanho ou quantidade reduzidos deles impede que os insumos sejam aproveitados da melhor forma, gerando desperdícios e, consequentemente, prejuízos ao negócio.

Outro ponto que demanda atenção é a falta de atributos de alguns deles. Isso pode ser verificado em limitações tecnológicas, pouco controle em elementos essenciais dos processos e falta de automação de atividades, que poderiam gerar ganho de tempo e redução de erros para a equipe.

Como montar uma área de produção eficiente sem cair no subdimensionamento?

Diante de tantos problemas, como fazer para montar uma produção eficiente e garantir o dimensionamento correto dos equipamentos na padaria? Listamos algumas dicas importantes sobre isso, a seguir.

Organize bem seu espaço físico

Conheça bem todo o espaço que tem disponível em sua área de produção. Tenha todas as medidas e conte com o apoio de um engenheiro civil especializado no ramo para definir onde cada equipamento pode ser instalado de forma segura, garantindo a eficiência do time.

Esse fator ajuda a compreender o quão robusta pode ser a sua estrutura e o quanto o seu negócio pode expandir no mercado com essas instalações.

Saiba quais serão os produtos oferecidos

Como mencionado anteriormente, cada produto segue um processo específico de produção, que demanda equipamentos diferenciados. Por isso, é fundamental ter o cardápio em mente ao relacionar os equipamentos a serem adquiridos.

Alguns serão utilizados em praticamente todas as receitas, como os fornos, as amassadeiras e as câmaras de fermentação. Outros, como as divisoras de massas, podem sofrer variações conforme a hidratação da massa e sua finalidade.

Adquira equipamentos de capacidade e qualidade

A capacidade, qualidade e confiabilidade dos equipamentos são de extrema importância para ter uma área de produção altamente eficiente. Elas garantem produtividade, melhor aproveitamento dos insumos, redução no tempo de preparo e produtos com aparência e sabores diferenciados.

A tecnologia é uma grande aliada nesse quesito. Equipamentos modernos e tecnológicos conseguem tanto entregar quanto controlar os processos de forma mais precisa. Um exemplo em panificação, é a câmara de fermentação, que mantém o equilíbrio perfeito entre tempo, umidade e calor para que os pães cresçam conforme o desejo do padeiro, sem preocupação com o clima.

Calcule o retorno sobre o investimento em longo prazo e evite o subdimensionamento

Por fim, a parte financeira é importante, mas deve ser pensada de forma estratégica. De que adianta adquirir equipamentos mais simples e baratos, se eles não são serão capazes de entregar produtos de qualidade na quantidade esperada? A economia que se faz nesses casos não considera um cenário futuro, no qual a empresa está crescendo e conquistando mais clientes.

A compra da quantidade e da qualidade certa de equipamentos é fundamental para sustentar a expansão do negócio. Ela permite a exploração de novas tendências e a economia de insumos que, somados, compensam os custos de aquisição. A conta a ser feita em relação ao retorno do investimento deve considerar mais fatores do que apenas preço do maquinário em relação à quantidade produzida.

Conclusão

Em síntese, como você pôde observar, o subdimensionamento de equipamentos em empresas de panificação gera vários problemas que podem impedir a evolução do negócio. Por isso, é importante ter bastante cautela na hora de investir em seu maquinário. Assim, fica mais fácil obter resultados melhores tanto em curto quanto em longo prazo.

Agora que você já sabe da importância de adquirir os equipamentos certos para a sua padaria, entenda, também, que a escolha do fornecedor exerce uma forte influência nesse quesito. É preciso contar com uma marca confiável, que tenha assistência técnica disponível e que seja uma verdadeira parceira do seu negócio.

Por fim, conheça os equipamentos básicos para uma padaria e quais os 5 tipos de fornos para seu empreendimento. Continue a leitura.

Fornos de Panificação
Blog Comments
Responder

Wallace maciel França

Favor enviar principais equipamentos para montar uma padaria

Olá, tudo joia? Entre em contato conosco no e-mail sac@praticabr.com ou nos envie uma mensagem no Whatsapp (35) 3449-1213. Aguardamos seu retorno =)

Deixe um comentário