Aproveitamento integral dos alimentos: como eliminar o desperdício

Aproveitamento integral dos alimentos: como eliminar o desperdício na produção do restaurante

  • Home
  • Gastronomia
  • Aproveitamento integral dos alimentos: como eliminar o desperdício na produção do restaurante
Aproveitamento integral dos alimentos

O setor alimentício é um dos pilares fundamentais da economia global, pois gera milhares de empregos e democratiza o acesso a vários tipos de alimentos. Por consequência, os restaurantes assumem um papel fundamental nesse sistema.

A diminuição do desperdício no preparo dos alimentos é uma das principais tendências da gastronomia, mas muitas pessoas têm dúvidas sobre como conseguir isso. Pois bem, preparamos este post especialmente para que você saiba fazer o aproveitamento integral dos alimentos. Boa leitura!

Desperdício de alimentos

O desperdício de alimentos é um problema global que precisa ser resolvido o quanto antes. Diariamente, toneladas de resíduos que poderiam ser aproveitados vão para o lixo, enquanto milhões de pessoas sofrem com a insegurança alimentar.

No Brasil, de acordo com os dados da Food and Agriculture Organization ofthe United Nations (2015), aproximadamente 35% da produção alimentícia é desperdiçada anualmente. Esse fato faz com que nós estejamos entre os 10 países do mundo que mais descartam alimentos próprios para o consumo.

Os restaurantes também têm uma parcela de culpa nesse alto índice de desperdício, tanto por não aproveitar todos os componentes dos alimentos quanto pelo preparo exagerado dos pratos que acabam estragando por não serem utilizados dentro do seu prazo de validade.

Assim, várias organizações especialistas e outros grupos buscam maneiras de reverter esse cenário com o aproveitamento integral dos alimentos.

Dicas para promover o aproveitamento integral dos alimentos

Otimizar ao máximo a utilização dos alimentos no preparo das refeições não é tão complicado quanto parece, existem vários procedimentos simples que você pode adotar. A seguir, listamos alguns deles.

Preparar apenas as quantidades necessárias

Um dos maiores problemas que levam ao desperdício é a alta oferta de pratos para uma pequena demanda. Ou seja, há milhares de restaurantes que produzem muitos alimentos que não são totalmente consumidos pelos clientes durante um período de tempo.

Para resolver essa questão é fundamental que o seu estabelecimento faça um levantamento da média das quantidades de refeições que geralmente os clientes consomem, levando em consideração os dias comuns, os finais de semanas e as outras ocasiões. Logo após isso, é possível adequar a produção dos pratos com o consumo estimado.

Além disso, o restaurante pode utilizar um ultracongelador para trabalhar com produção antecipada e finalização por demanda. Dessa forma, basta finalizar os pratos que forem pedidos, mantendo os demais congelados.

Armazenar os alimentos corretamente

O mau armazenamento dos alimentos pode deixá-los impróprios para o consumo, além de atrair fungos, bactérias e insetos que geram ainda mais prejuízos para o seu negócio. Assim, armazenar de forma correta os alimentos é um requisito básico.

Logo, é muito importante sempre estar atento se os produtos estão em seus devidos locais de estocagem, com as embalagens corretas e pelo tempo adequado. Caso haja alguma irregularidade nesse aspecto, você deve solucionar esse problema imediatamente.

Aproveitamento integral dos alimentos para o consumo

Várias partes das frutas, hortaliças, verduras e raízes costumam ser desperdiçadas pela aparente “falta de utilidade” dada a elas. Contudo, o que muitas pessoas ainda não sabem é que as cascas e os demais pedaços dos alimentos que seriam descartados podem ser aplicados em diversas receitas.

Além disso, cenoura, abóbora, chuchu, berinjela e outras verduras podem ser consumidas sem retirar as cascas. Caso você opte por retirá-las mesmo assim, elas podem ser utilizadas no preparo de caldos, cremes, massas e até chás, no caso das cascas da maçã e do abacaxi, por exemplo.

São centenas de possibilidades que não só as cascas dos alimentos têm, mas também os talos de salsinha, cebola e brócolis, que podem ser utilizados para fazer sopas, patês, tortas, risotos e assim por diante. Vale muito a pena buscar informações a respeito das receitas que englobam esses elementos orgânicos.

Reaproveitamento dos alimentos prontos

Os alimentos prontos que não servir no dia, podem ainda ser reaproveitados no dia seguinte, desde que estejam em perfeitas condições de higiene e de consumo. O arroz pode virar um bolinho frito. O feijão pode virar um caldo. Você pode utilizar as carnes recheio em tortas. As verduras podem se tornar sopas. Os pães podem ser reutilizados como torradas e muito mais.

O importante é garantir que os alimentos tenham um destino final diferente do lixo, contribuindo para um sistema de consumo sustentável. Mas lembre-se: você não pode, em nenhuma hipótese, reaproveitar as sobras dos pratos dos consumidores. 

Além disso, também deve descartar as sobras de buffet. Portanto, só pode ser reaproveitado o que ainda está na cozinha e não foi exposto. Por conta disso, é importante atento ao cálculo para a preparação das quantidades corretas de alimentos e, também, gerenciar o que vai para o buffet, baseado no horário e no fluxo de clientes para moderar o abastecimento.

Adotar soluções alternativas

Apesar de os alimentos poderem ser usados em vários pratos diferentes, as sobras que não foram reaproveitadas como a casca da banana e da batata, por exemplo, podem ser aproveitadas para a produção de adubo natural.

Esse adubo pode ser produzido e utilizado na horta do seu próprio restaurante ou pode ser doado e até mesmo vendido para outros locais que fazem uso de compostagem. Sendo assim, essa é mais uma possibilidade de aplicação dos alimentos que seriam descartados.

Benefícios do aproveitamento integral dos alimentos no seu estabelecimento

Há diversos benefícios que são alcançados pela ação de reduzir ou extinguir o desperdício dos alimentos no seu negócio. Um deles é a sustentabilidade de não jogar no meio ambiente ainda mais resíduos, já que eles, em conjunto com os lixos, poluem o planeta.

Outra vantagem de não desperdiçar comida é a possibilidade de atrair novos consumidores ao seu restaurante, já que muitos indivíduos optam por frequentar estabelecimentos ecologicamente corretos.

Portanto, não desperdiçar resíduos orgânicos pode levar o seu empreendimento a um mar de possibilidades de crescimento, além de contribuir para reduzir as más estatísticas desse assunto.

Conclusão

Reduzir ao máximo o desperdício e fazer o aproveitamento integral dos alimentos no seu restaurante não é só uma tendência gastronômica ascendente, mas também uma ação que pode trazer grandes retornos financeiros para você e grandes resultados ecológicos para o meio ambiente.

Portanto, aplicar as soluções que atinjam esses objetivos deve ser uma ação tomada o quanto antes, para que os benefícios sejam desfrutados rapidamente por todos os responsáveis envolvidos. 

Outra forma de minimizar desperdícios é o ultracongelamento. Quer entender como o ultracongelamento pode ajudar na eliminação de desperdícios no seu negócio? Confira nosso post completo sobre o assunto.

Deixe um comentário