Por que oferecer refeição pronta para o cliente finalizar em casa?

Powered by Rock Convert

Você muito provavelmente já ouviu falar na refeição pronta, aquela que precisa ser finalizada em casa. Em tempos de isolamento social, o conceito está em voga. Isso porque, de portas fechadas e obrigados a seguirem as determinações sanitárias dos governos, os restaurantes começaram a funcionar por meio de delivery para manter as vendas aquecidas.

Entretanto, muitos empreendedores decidiram pensar “fora da caixa” e, além de oferecerem apenas um pedido convencional, quiseram garantir uma experiência original aos seus clientes. Foi então que a refeição pronta, para ser finalizada em casa, tornou-se uma tendência. Estamos falando de pratos semiprontos, cujo preparo o consumidor termina “por conta própria” e, assim, coloca sua própria “pitada de chef” na receita. 

Além de tornar esse momento ainda mais especial — e até mesmo humanizado —, é possível ter total praticidade e economia de tempo — isso sem contar que a opção também contribui para a prática de hábitos saudáveis no dia a dia. Para que você fique por dentro dessa novidade, vamos compartilhar neste post todas as informações sobre o assunto. Continue com a gente e descubra como garantir um diferencial competitivo para o seu negócio!

Como funciona a refeição pronta para finalizar em casa?

Para os amantes da boa gastronomia, a quarentena prejudicou um de seus hobbies preferidos: sair de casa para comer pratos deliciosos em seus restaurantes preferidos. Quando falamos sobre essa prática, não nos limitamos apenas ao prato que o consumidor experimentará, mas também a todo o ritual que a experiência é capaz de envolver.

Aqui, destacamos o serviço de mesa, a atmosfera do estabelecimento e até a trilha sonora escolhida a dedo pela gerência. Diante disso — e com o fechamento de muitos estabelecimentos para conter a Covid-19 —, os clientes ficaram isolados em casa e sem soluções para voltar às velhas origens.

Especialmente porque a entrega domiciliar, como sabemos, está sujeita a uma série problemas — muitas vezes, pode chegar fria ou sem a textura desejada.

Nesse contexto, a refeição pronta ganha força total. Em vez de oferecer um simples delivery, como muitas lojas fazem, alguns restaurantes antenados decidiram abraçar a criatividade e enviar verdadeiras experiências gastronômicas aos seus clientes. 

Investindo na ideia

Para entregar uma refeição pronta, o estabelecimento deve organizar os ingredientes do prato, deixando-os semiprontos. Muitas vezes, eles são entregues até mesmo pré-cozidos. Devidamente embalados, são enviados para o consumidor, que o finaliza em seu próprio fogão.

A boa notícia? Tal processo é muito mais simples do que “cozinhar do zero”. Até porque todos os itens estarão na quantidade exata, cabendo ao cliente apenas esquentar, dar seu toque de tempero (se desejar), montar o prato e servir.

Em bom português: tudo será entregue “bem mastigado”, para que o momento na cozinha seja leve, tranquilo e até divertido.

Vantagens da refeição semipronta

Entre as vantagens da refeição pronta, vale destacar:

  • você conseguirá atrair um público que gosta de cozinhar, mas que preza pela praticidade e qualidade;
  • há a possibilidade de envolver um nicho de consumidor que deseja economizar tempo, sem precisar recorrer aos alimentos processados e com muitos conservantes disponíveis nos supermercados;
  • será possível alavancar as vendas em datas comemorativas, momentos em que muitos clientes preparam refeições especiais para a família. Dia dos Namorados e Dia das Mães são algumas delas; 
  • seu negócio ganhará um diferencial competitivo no setor, destacando-se em relação aos concorrentes que não se reinventam. 

Quais cuidados ter ao oferecer a refeição pronta no delivery?

Obviamente, os donos dos estabelecimentos precisam tomar algumas medidas antes de abraçar de vez a proposta da refeição pronta para finalizar em casa. Esses cuidados vão desde a montagem correta dos kits, até a escolha das embalagens. Saiba mais a seguir!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Use os equipamentos certos

Um dos principais pontos de atenção ao investir na refeição pronta via delivery é prezar pelos equipamentos corretos em seu negócio. Se a ideia é enviar ao cliente os pratos congelados, mas sem prejudicar a textura ou o sabor do alimento, você precisará contar com um bom sistema de ultracongelamento — maquinários que conseguem resfriar ao máximo cada item, com temperaturas que podem chegar a -25ºC.

Inclusive, além de conseguir congelar adequadamente a comida, essa opção atende às normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), permitindo que as refeições se mantenham seguras para o consumo. 

E não podemos nos esquecer dos fornos combinados, que permitem a produção verticalizada e facilitada de alimentos, utilizando vapor, ar quente ou a combinação dos dois.

Monte os kits com cuidados

Assim que você armazenar os insumos corretamente, já pode pensar na montagem dos kits de refeição semipronta. O ideal é pesar cada ingrediente que será enviado ao consumidor — da mesma forma como esse processo é feito em um preparo habitual no restaurante.

Tal fator é essencial para garantir que o prato tenha o mesmo sabor na casa do cliente, evitando erros de proporção ou correndo o risco de comprometer essa experiência.

Nessa etapa, é fundamental apostar em produtos de qualidade, dando preferência às versões artesanais e evitando ao máximo os industrializados ou ultraprocessados. Molhos, massas e queijos estão nessa lista. Além de acentuar o sabor do prato, esse cuidado aumentará a qualidade da refeição e a satisfação do público.

Capriche na apresentação do produto

Nada de colocar os ingredientes “de qualquer jeito” na embalagem. Lembre-se de que a experiência do consumidor começa desde o momento da realização do pedido, passando pelo delivery até o preparo final da refeição.

Dito isso, é essencial caprichar na apresentação do seu produto, sempre escolhendo as embalagens corretas e capazes de vedar muito bem os alimentos, especialmente em se tratando de preparos em estado líquido ou pastoso.

Hoje em dia, existem várias opções que cumprem bem essa função, como as versões em papel, papelão customizado, alumínio e plástico. Um cuidado interessante é sempre escolher itens de apresentação que carregam a identidade visual da sua marca, ou seja, as cores, as figuras ilustrativas, a logomarca e até o material da embalagem.

Divulgue esse novo serviço

Com tudo pronto, basta utilizar a tecnologia a seu favor para divulgar essa nova modalidade de delivery. Nessa etapa, vale criar campanhas nas redes sociais, e-mails marketing e até banners de WhatsApp para que os clientes aproveitem a novidade. Aliás, uma excelente maneira de incentivar as compras é oferecer descontos para quem ainda não experimentou o serviço. 

E aí, gostou de conhecer mais a respeito da refeição pronta e seus diferenciais nesse momento em que vivemos? Acredita que a opção pode ser vantajosa para seu negócio nos próximos meses? Se sim, mãos à obra! A gente fica na torcida.

Se você deseja ficar a par de novidades como a que acabou de ler, curta agora mesmo nossa página no Facebook! Lá, compartilhamos dicas, tendências e informações exclusivas. Aproveite!

Powered by Rock Convert

Facebook Comments

Deixe um comentário