Música Ambiente no Estabelecimento: como utilizar de forma estratégica?

Música Ambiente no Estabelecimento: como utilizar de forma estratégica?

Música Ambiente

A cada dia que se passa, a concorrência nos setores da economia vem aumentando consideravelmente. Esse fato, portanto, resulta na maior oferta de atrativos aos clientes por parte das empresas que visam se manter e aumentar a sua rede de influência.

Com os restaurantes e lanchonetes isso não é diferente. Diante de um cenário altamente competitivo, os estabelecimentos alimentícios apostam em diferenciais como a música ambiente para ter maior atenção dos clientes e para se destacar. 

Mas será que a música ambiente no restaurante faz alguma diferença? Como podemos utilizá-la de forma estratégica? Qual a influência dos sons nos clientes? Preparamos este post para responder a esses questionamentos, além de destacar outros tópicos relevantes ao tema. Continue lendo e confira!

Música ambiente: quando surgiu?

A música ambiente é um gênero musical atrelado aos aspectos timbrais do som. Ela é utilizada, na maioria das vezes, com o objetivo de criar estímulos aos ouvintes, gerando uma atmosfera no local ou apenas servindo como um complemento sonoro.

A título de curiosidade, esse estilo musical se popularizou a partir dos anos de 1970 com o músico Brian Eno, que usou o termo “ambient music” para se referir às composições e afirmou, em tradução livre: “[…] pode ser tanto apreciada atentamente como sutilmente ignorada, conforme a escolha do ouvinte”.

Em vista disso, se você tem um estabelecimento gastronômico, é importante conhecer o perfil da clientela. Dessa forma, você pode escolher as melhores melodias, que serão apreciadas e, ainda, vão contribuir para a satisfação dos consumidores.

Música ambiente em estabelecimentos

A música ambiente ou music branding é uma ferramenta que busca influenciar o comportamento dos clientes. Ela pode fazer, tanto com que eles fiquem mais tempo no estabelecimento e consumam mais os seus produtos, quanto acelerar o giro e a rotatividade de público.

No caso de locais como os restaurantes, essa estratégia pode ser muito vantajosa, porém, não é só adquirir um aparelho de som e começar a tocar músicas aleatórias. Há alguns cuidados que precisam ser tomados para que não haja problemas com direitos autorais ou até mesmo a perda de clientes.

Como funcionam os direitos autorais para músicas em restaurantes?

De acordo com as normas do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD), antes do uso de músicas ambiente, incluindo restaurantes, é necessário pagar uma taxa para a viabilização do trabalho musical sujeito a multas e apreensão dos equipamentos sonoros nos casos de não regularizar a liberação dos direitos autorais.

Para determinar o valor da taxa, o ECAD realiza uma avaliação do estabelecimento levando em conta os seguintes parâmetros:

  • frequência que a música será tocada;
  • município e estado; 
  • área sonorizada (m2);
  • região socioeconômica do estabelecimento;
  • nível populacional.

Por fim, uma alternativa para a isenção dessa taxa é a utilização de músicas que não tenham direitos autorais. Você também pode fechar acordos com companhias parceiras das gravadoras.

Qual a influência que o som tem sobre os clientes? 

A música é uma composição capaz de influenciar as emoções e os comportamentos dos seus ouvintes. Por conta disso, utilizá-la de forma estratégica pode trazer vários benefícios para o seu restaurante, como os listados a seguir.

Conforto

Uma boa música traz uma sensação de bem-estar e de conforto para os indivíduos que estão ouvindo. Isso acontece porque, ao ouvir uma melodia agradável, o cérebro humano libera dopamina, hormônio responsável por causar a sensação de prazer, além de possuir uma grande participação nos sentimentos de alegria e motivação.

Esse fato foi comprovado por uma série de estudos e um deles é o relatório de uma investigação que utilizou equipamentos para monitorar a atividade cerebral, publicado na revista Nature Neuroscience, no qual foi constatado que o nível de dopamina gerado varia de acordo com a intensidade da emoção que é potencializada pelo efeito da música.

Permanência do cliente

A música traz boas sensações para a mente. Assim, a probabilidade de que o indivíduo passe mais tempo no lugar que ela está sendo reproduzida é muito maior.

Esse é o efeito da utilização de boas músicas ambiente, que podem gerar grandes resultados como o aumento das vendas provenientes da permanência dos clientes no seu restaurante.

Rotatividade

O efeito gerado nos ouvintes pode variar de acordo com o estilo musical escolhido. Por exemplo, músicas mais calmas e relaxantes podem fazer com que o cliente passe mais tempo consumindo. Enquanto as melodias mais ágeis e animadas estimulam o movimento, fazendo com que sua rotatividade aumente.

A escolha do tipo de som, portanto, deve seguir a estratégia do estabelecimento. Músicas ambientes mais calmas apesar de diminuírem a rotatividade, têm esse fato é compensado pelo aumento do consumo interno, realizado pelos indivíduos que já estão no local.

Fortalecimento da marca

O branding de uma empresa é extremamente importante, já que ele demonstra a personalidade, os princípios, os valores e os objetivos de um negócio.

As músicas podem impulsionar o reconhecimento de um empreendimento, criando uma marca registrada do seu estilo e fortalecendo também o laço entre ela e os seus clientes.

Portanto, esse é mais um fator benéfico ao seu restaurante, causado pelo simples fato de utilizar adequadamente as melodias.

Qual tipo de música ambiente devo utilizar?

Depende! A escolha das músicas que você vai utilizar deve ser de acordo com o perfil dos clientes do seu estabelecimento. 

É importante conhecer o seu público-alvo e elaborar maneiras de agradá-lo, uma vez que determinadas músicas que não sejam do gosto do indivíduo transmitem sensações opostas ao conforto, o que pode acarretar a desistência da compra e uma experiência ruim.

Outra confirmação dessa situação está no artigo produzido por alunos matriculados no 6º semestre de Comunicação Social-Habilitada em Publicidade e Propaganda do Centro Universitário de Franca. Esse estudo analisou o comportamento dos consumidores e concluiu que a música ambiente influencia tanto positiva quanto negativamente na sua decisão de compra.

Conclusão

Você viu que a música ambiente traz diversos benefícios para os ouvintes e, também, para o seu negócio. Logo, ela pode impulsionar o crescimento do seu restaurante ao potencializar os comportamentos de consumo das pessoas. 

No entanto, é fundamental conhecer os gostos musicais dos seus clientes, o que pode ser feito por meio de uma análise do perfil cultural e social dos frequentadores do seu negócio.

Gostou do assunto? Entenda também o conceito de ambiente instagramável e como utilizá-lo no seu negócio.

Tags:
Deixe um comentário