4 dicas para aproveitar melhor os seus equipamentos de panificação

  • Home
  • Panificação
  • 4 dicas para aproveitar melhor os seus equipamentos de panificação

Gerir qualquer empreendimento demanda tempo, esforço e dedicação. Em uma padaria, são tantas as áreas que precisam de zelo por parte do proprietário que se torna frequente a falta de atenção a detalhes que não são considerados urgentes. Assim, os cuidados com os equipamentos de panificação podem ser deixados de lado, tendo a sua vida útil reduzida.

O mau uso desses recursos normalmente resulta no desgaste mais rápido do maquinário, na redução da produtividade e no alto custo de manutenção. Por isso, é importante criar rotinas que permitam a melhor alocação dos bens de capital da padaria. Se você quer aprender a otimizar o desempenho dos seus equipamentos, continue a leitura e confira as nossas recomendações!

Qual é a importância de uma boa manutenção?

Qualquer atividade comercial necessita de reparos em seus aparelhos para que tudo funcione no mesmo ritmo de quando foi adquirido. A manutenção, além de aumentar a vida útil desses itens, permite que os colaboradores trabalhem com mais segurança e conforto.

A padaria necessita de constantes revisões, pois o uso dos equipamentos no dia a dia é intenso. Além disso, é importante haver cuidados para que o cotidiano não seja prejudicado com a ausência de alguma ferramenta.

Com a falta de preservação, podem surgir problemas relacionados ao mau uso da matéria-prima e ao desperdício de recursos — seja por conta de pausas na produção ocasionadas por defeitos, seja pelo desempenho baixo do implemento, fruto de um funcionamento ineficiente.

A boa notícia é que a manutenção dessas ferramentas é simples e envolve poucas etapas, como: manter os equipamentos em bom estado, garantir a preservação da capacidade ideal de carga e fazer a limpeza correta de cada um deles.

Outro ponto sério em relação à administração dos maquinários se refere à forma como eles conseguem manter os alimentos com uma boa qualidade, conservando as suas características por um bom tempo, e em boas condições de consumo. Afinal, as empresas que trabalham com comida têm uma responsabilidade ética com os seus consumidores de entregar produtos de qualidade e com segurança para serem ingeridos.

Como fazer uma manutenção preventiva?

A ideia de utilizar estratégias preventivas na manutenção se dá pela adoção de medidas para impedir a deterioração e não para corrigir problemas já existentes. Com isso, ocorrem melhorias no desempenho do maquinário, um menor custo com reparos e a continuidade da capacidade produtiva. Veja quais as principais ações que podem ser adotadas em sua padaria.

1. Crie um programa de limpeza bem estabelecido

Acima de tudo, a dica mais importante para a manutenção de instrumentos de panificação é criar uma rotina de limpeza periódica para as máquinas. Deixar partículas de farinha, restos de massa e óleos provenientes do preparo no utensílio também pode causar um acúmulo que prejudica o funcionamento adequado e diminui a sua durabilidade.

É importante que os aparelhos sejam higienizados após cada turno e que se institua uma rotina de limpeza detalhada semanal ou mensal. Quando se trata do asseio em si, alguns instrumentos precisam apenas de água, e outros, também de detergente neutro. Certifique-se de seguir as orientações do fabricante.

Não é indicado usar produtos domésticos de limpeza até ter certeza de que eles podem ser aplicados sem gerar prejuízos ou desgastes ao equipamento. Vale lembrar que a garantia desses acessórios, muitas vezes, é condicional, supondo que as instruções de manutenção não sejam seguidas rigorosamente.

Isso inclui a limpeza adequada. Caso seja provado que os problemas foram causados ​​por erros em sua utilização, você pode perder a cobertura.

Powered by Rock Convert

2. Tenha atenção à manutenção

Durante os procedimentos de limpeza profunda do maquinário, é possível realizar uma inspeção criteriosa quanto às suas condições. Ao verificar qualquer sinal de desgaste é importante comunicar à empresa de manutenção e efetuar o reparo imediatamente.

Os movimentos referentes às amassadeiras, aos cilindros e às modeladoras de massa normalmente exigem um grande esforço do equipamento, portanto, devem receber atenção redobrada durante o uso, para qualquer sinal de parada. Isso vai evitar a paralisação inesperada da produção e o custo com a compra de novos equipamentos.

Outro ponto importante se refere ao sistema de exaustão dos fornos, que necessita de condições adequadas para evitar o superaquecimento do local.

3. Realize uma checagem periódica

A checagem periódica pode ser um bom investimento quando é realizada por uma empresa que é autoridade no ramo e que tem amplo entendimento dos equipamentos presentes em sua padaria. Verifique com especialistas qual o prazo adequado para a checagem de seus aparelhos. Conforme a complexidade de cada um, o fluxo de produção e as horas de trabalho, a rotina de manutenção também será diferente.

Com um planejamento adequado à sua capacidade de produção e à sua agenda, é possível ter visitas mais espaçadas de manutenção preventiva, fazendo com que o equipamento não pare nem por algum defeito, nem para que seja efetuada a manutenção.

Se, por outro lado, você tem uma padaria que atende a dezenas de famílias e trabalha em vários turnos, o desgaste natural das peças e componentes exige uma checagem mais constante para preservar a capacidade de produção e a integridade das máquinas.

4. Verifique as instruções de uso do fabricante

O cuidado de ler o manual de instruções dos equipamentos não é comum, contudo, pode representar uma economia de alguns milhares de reais para a sua padaria. Muitos maquinários têm formas de uso e dinâmicas de trabalho específicas que, caso não sejam seguidas, podem contribuir para o desgaste precoce e para a redução de sua vida útil.

Com o intuito de mitigar problemas dessa natureza, é possível investir no treinamento da equipe de trabalho que vai manusear os aparelhos e adquirir as máquinas de empresas que oferecem recursos de acompanhamento, consultoria e manutenção.

Com isso, você assegura todas as condições para melhorar o desempenho das ferramentas adquiridas e evita problemas, como acidentes de trabalho, pausas indevidas na produção, perda da garantia e desperdício de recursos.

Como escolher os equipamentos da sua padaria?

Para quem planeja abrir uma padaria no curto prazo, alguns itens são essenciais para executar as atividades operacionais do negócio. Ativos, como amassadeiras, fornos, cilindros e congeladores, são indispensáveis para a produção de uma cartela inicial de produção.

Todos esses recursos podem ser complementados, ao longo do tempo, com outros aparelhos e utensílios para acompanhar a expansão do negócio. O mais importante é buscar recursos de qualidade e com uma vida útil bem longa. Dessa forma, você não perderá tempo com problemas nos equipamentos e estará concentrado no desempenho de sua produção.

Na hora da aquisição de máquinas e de equipamentos para a sua padaria, opte por negociar com uma empresa que seja referência em seu ramo, que forneça recursos de acompanhamento e de manutenção e que busque oferecer uma real parceria para o seu negócio. Assim, ao seguir as nossas orientações, você aproveitará melhor os seus equipamentos de panificação e alcançará ainda mais resultados, elevando a durabilidade de seus itens e otimizando a sua produção.

Gostou do nosso conteúdo? Acredita que ele pode contribuir para outros empreendedores melhorarem o seu desempenho? Então, compartilhe este texto em suas redes sociais agora mesmo!

Fornos de PanificaçãoPowered by Rock Convert

Facebook Comments

Deixe um comentário