Boulangerie: como este conceito de loja inspira a panificação

Boulangerie: como este conceito de loja inspira a panificação

boulangerie

Muito tradicional na França, a boulangerie é famosa pelas deliciosas baguetes assim como muitos outros tipos de pães. Com foco na qualidade e receitas ancestrais, ela é unânime entre seus frequentadores fiéis, que buscam produtos frescos todos os dias.

Mesmo diante de dificuldades como a alta dos preços da farinha, a inserção de produtos similares por grandes redes e marcas, ela ainda é um estilo de loja referência que traz a magia do pão aos paladares de antigos e novos clientes!

Todavia, ela está presente também em todo mundo e ainda tem um extenso território a ser explorado aqui no Brasil, podendo ser uma alternativa altamente rentável e lucrativa para se investir.

Leia o texto abaixo e conheça!

O que é uma boulangerie?

A palavra francesa tem origem no substantivo “boulanger”, ou seja, “padeiro”. É a padaria típica da França, que trabalha com fermentação natural e longa, pães artesanais rústicos e integrais, com formatos diferenciados e decorados. Elas costumam ter algumas características em comum:

  1. Lojas menores: atendimento ao público próximo.
  2. Visual e comunicação clássicos;
  3. Entradas bonitas e acolhedoras: com portas de uma ou duas folhas, ladeadas por vasos de flores e pequenos arbustos, por exemplo.
  4. Bom trabalho de vitrine: excelente visualização e apresentação.
  5. Interior bem iluminado: você pode ver a parte interna e os produtos mesmo à distância.
  6. Decoração interior: primorosa e que pode ter toques e releituras modernos.
  7. Produtos em racks, estantes, aramados, cestos e madeiras: há uma forte ênfase no produto e sua exposição.
  8. Algumas podem contar com “patisserie”: confeitaria fina e doces clássicos.
  9. Atendimento pessoal e especializado: os colaboradores sabem explicar os produtos em detalhes e sem embargos.
  10. Profissionais de panificação bem preparados: com cursos e até formação superior nas áreas.

Como implantar o conceito de boulangerie?

Seja alterando algo de sua estrutura ou simplesmente incorporando alguns dos elementos do conceito, você pode renovar seu empreendimento e aumentar suas vendas. Antes de se pensar em intervenções extensas, os passos básicos seriam:

  1. Tente liberar espaço: reavalie móveis, vitrines, comodatos, industrializados e produtos de terceiros. Reveja seu layout e foque na produção própria.
  2. Comece oferecendo outros tipos de pães: baguetes, ciabattas, pão italiano, pão australiano, pães coloridos e com outros formatos.
  3. Dê destaque a estes produtos: não colocá-los “escondidos” na última prateleira. As pessoas precisam visualizá-los logo ao entrar.
  4. Tente fazer uma boa programação: estes produtos precisam ser feitos e comercializados se possível, diariamente.
  5. Ofereça degustações ou amostras: se o seu público ainda não conhece estes pães, esta é uma boa forma de introduzi-los.
  6. Utilize as pré-misturas no início: elas são uma forma fácil fazer alguns dos pães típicos de uma boulangerie.
  7. Invista na formação de sua equipe: pesquise cursos em escolas especializadas. Uma dica é treinar um funcionário para ser um “multiplicador de conhecimento”.
  8. Treine seus atendentes: sua equipe precisa saber falar sobre os produtos sem dificuldades e ter preços e códigos bem memorizados.
  9. Aumente sua capacidade produtiva: seja um forno a mais, câmaras de fermentação ou até uma amassadeira extra ajudam a atender esta demanda.

Cuidados com a exposição de produtos

Como no Brasil a exposição aberta e alguns materiais não são permitidos, aconselha-se uso de caixas e vidros de proteção, ou cestos de aço inox, por exemplo. Não obstante, consulte sempre a Vigilância local e mantenha tudo acondicionado conforme orientações dos fiscais e legislações vigentes.

Para manter a qualidade, especialmente a característica crocante, evite embalagens plásticas fechadas para estes pães. Estas fazem com que eles murchem e não é bom. A de papel branco ainda é a melhor opção porque absorve a umidade. E, lembre-se, se estiver quente, não feche.

Reformas e mudanças na decoração

Como estas implicam em custos maiores, considere reformulações somente após um estudo detalhado do investimento. Isto precisará de engenheiros, arquitetos e decoradores. Há igualmente, os transtornos gerados pelas mudanças como sujidade, barulho, necessidade de fechamento total ou de partes da loja, entre outros.

Uma alternativa barata é uma reorganização da área de vendas. Utilizando o que se tem, sem novos gastos e procurando eliminar ou reaproveitar itens, tente deixar sua loja mais livre o possível, para ganhar área de divulgação.

Uma boulangerie pode ser moderna

Se você não aprecia o design das lojas antigas, nada impede que você faça uma releitura atual. Lojas minimalistas, bem lean and clean” (sem muitos elementos), estão em alta. Em cores claras ou branco, inspiradas nos cafés das metrópoles, elas são interessantes porque valorizam os produtos.

Boulangeries são bem equipadas

Embora valorizem o trabalho manual e artesanal, quem já visitou uma boulangerie ou  viu vídeos, vlogs edocumentários do setor, já notou que estas lojas contam com todo maquinário! Só para ilustrar, veja algumas das tecnologias utilizadas por elas:

Resfriadores de água: mesmo em climas frios, ele é usado para manter a temperatura da água baixa ajudando no controle da fermentação.

Amassadeiras espirais: para melhor incorporação da água ao trigo, “ponto de véu” excelente e com menor atrito possível.

Câmaras de Fermentação com umidade à frio: em geral estas lojas tem duas ou mais para fermentar massas em diferentes estágios e garantir o fornecimento contínuo.

Divisoras para massas de alta hidratação e já fermentadas: para facilidade, rapidez e padronização.

Fornos lastro e turbo: um ou os dois simultaneamente para manter as vitrines sempre bem abastecidas.

Fornos Vitrine: aplicando o conceito de “ponto quente” e “frente de loja” com fornos pequenos assando produtos continuamente para aguçar o paladar dos clientes.

Boulangerie é uma “boutique de pão”?

Embora estes pães sejam diferenciados, isto não significa que precisem inacessíveis. Aliás, o mercado está sempre desejoso de novidades no cenário da alimentação e o pão não deve ficar de fora. A boulangerie é uma outra maneira para você produzir, comercializar e apreciar o pão. Em outras palavras, passa a ser uma verdadeira “experiência gastronômica”, que envolve cor, textura, aroma e claro, sabor.

Conclusão

Em suma, as padarias francesas ou outro estilo, podem servir de inspiração para repaginar negócios existentes ou mesmo dar origem a novos. Aliás, faça um plano de negócios bem detalhado, pesquisando como é uma boulangerie em cada país e capte detalhes interessantes que chamariam atenção.

Contudo, não pense somente na fachada, não! Invista em capacidade produtiva não só contatando bons fornecedores de equipamentos como também indo a feiras e eventos especializados do ramo de panificação.

Por fim, veja por exemplo como os fornos Lastro Fit podem ajudar na implantação este modelo de empreendimento! Continue a leitura!

Fornos de Panificação
Tags:
Deixe um comentário